Martial Guéroult, crítico da crítica hegeliana. Observações sobre o lugar da exegese em filosofia

  • Sílvio Rosa Filho Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Crítica, Sistema, moralidade, Deslocamentos, Método e doutrina estruturais

Resumo

Trata-se de mostrar em que sentido é possível falar de limitações da leitura estrutural aplicada à filosofia hegeliana, especificamente quando esta elabora a crítica da moralidade de Kant. A partir da análise empreendida por um artigo de M. Guéroult acerca do tema, faz-se uma comparação entre os princípios por ela assumidos sobretudo na dianoemática, isto de um lado, e, de outro, as exigências teóricas e práticas que, propriamente hegelianas, presidem o desdobramento da crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sílvio Rosa Filho, Universidade de São Paulo
Doutorando do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo e bolsista CNPq.
Publicado
1996-12-30
Como Citar
Rosa Filho, S. (1996). Martial Guéroult, crítico da crítica hegeliana. Observações sobre o lugar da exegese em filosofia. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, (1), 5-41. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i1p5-41
Edição
Seção
Artigos