Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A sociedade civil e o jovem Marx

Rodnei Nascimento

Resumo


O artigo procura explicitar os pressupostos com os quais o jovem Marx, na Crítica da filosofia do direito de Hegel, desmonta a arquitetura hegeliana da “mistificação idealista do Estado”. Com a ajuda do diagnóstico feuerbachiano da inversão sujeito-predicado, Marx aponta o interesse especulativo em apresentar o Estado como resolução final dos conflitos da sociedade civil. Cabe-nos circunscrever as dificuldades que o jovem Marx irá encontrar com o estatuto antropológico do novo sujeito concreto que começa a postular a partir de então.

Palavras-chave


Sociedade civil; Estado; Inversão; Sujeito concreto; Crítica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v0i1p55-67

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADO POR:  Clase; International Philosophical Bibliography - Répertoire bibliographique de la philosophie; Latindex; The Philosopher's Index; Ulrich’s Periodicals Directory. ESTRATO A2 NO QUALIS DA CAPES.