Exercício de leitura de “Anotações ao pensar filosófico”, de Theodor W. Adorno

  • Marcos Nobre Universidade de Campinas, São Paulo
  • Adriano Januário Universidade de Campinas, São Paulo
Palavras-chave: pensar, filosofia, Th. W. Adorno, experiência, dialética

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar uma análise de Anotações ao pensar filosófico de Th. W. Adorno, traduzido para este mesmo número dos Cadernos de filosofia alemã. Com o intuito de produzir um texto que possa auxiliar a leitura de Anotações e, ao mesmo tempo, apresentar uma possível interpretação, tomamos cada parágrafo da tradução oferecida aqui como unidade mínima, com o objetivo de mapear o texto. Apesar da reiteração feita por Adorno - a de que "filosofia não se resume" -, julgamos que a proposta de análise oferecida aqui pode ajudar o leitor a realizar uma primeira leitura.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do espírito. Tradução de Paulo Menezes. Petrópolis-RJ: Vozes, 2011.

HEIDEGGER, M. Was heiβt Denken. Tubingen, Alemanha: Niemeyer Verlag, 1997.

KANT, I. Crítica da Razão Pura. Tradução e notas: Fernando Costa Mattos. Bragança Paulista: Vozes, 2011.

_________. Crítica da Razão Prática.Tradução de Valério Rohden. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

_________. Textos Seletos. Petrópolis: Vozes, 1974.

TORRES FILHO, R. R. Dogmatismo e antidogmatismo: Kant na sala de aula. Cadernos de filosofia alemã, n. 7, 2001, pp. 67-86.

Publicado
2014-12-11
Como Citar
Nobre, M., & Januário, A. (2014). Exercício de leitura de “Anotações ao pensar filosófico”, de Theodor W. Adorno. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, 19(2), 39-65. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v19i2p39-65
Seção
Artigos