Viesenteiner, J. (2015) Estrutura formal e semântica do argumento autogenealógico em Nietzsche, Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade, 20(2), p. 105-119. doi: 10.11606/issn.2318-9800.v20i2p105-119.