[1]
M. A. Werle, “Linguagem, filologia e interpretação na crítica de Nietzsche à moral e ao direit”o, Cad. filos. alem., nº 11, p. 111-126, jun. 2008.