[1]
F. Mattos, “A razão da ilha e a razão do continente: Nietzsche em disputa, nos velhos campos da batalha filosófic”a, Cad. filos. alem., nº 18, p. 77-103, dez. 2011.