[1]
I. Kant e L. Codato, “Dedução dos Conhecimentos puros a priori (Reflexão 5923), de Kan”t, Cad. filos. alem., nº 8, p. 119-127, dez. 2002.