Observações sobre a estrutura da significação em Metafísica Γ 4

Abstract

Este artigo é dedicado ao exame da estrutura e do teor da argumentação tecida no trecho de Metafísica Γ 4 compreendido entre 1006a18-b34. Como se pretende mostrar, o percurso desse trecho permite concluir que a argumentação aí tecida, embora isoladamente não constitua uma prova completa do Princípio de Não-Contradição (PNC), corresponde a seu primeiro passo, consistente no estabelecimento das condições da significação necessária ao discurso. A passagem em exame encerra em germe as razões que subjazem à convicção aristotélica quanto ao caráter convencional da significação dos nomes e também lança luz sobre a acepção sob a qual se deve compreender a natureza convencional dos nomes segundo Aristóteles.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Vivianne de Castilho Moreira, Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Departamento de Filosofia - Filosofia Antiga

References

ANGIONI, L. (1999) "Princípio de Não-Contradição e Semântica da Predicação em Aristóteles". Revista Analytica, Vol. 4, Nº 2.

ANGIONI, L. (trad.) (2003a) Metafísica - Livros IV e VI. Textos Didáticos. Campinas: UNICAMP.

ANGIONI, L. (trad.) (2007) Metafísica - Livros IV e VI. Cadernos de Tradução. Campinas: UNICAMP.

APHRODISIAS, A. (1891). Commentaria in Aristotelem Graeca. Vol. I. In: HAYDUCK, M. (ed.) Metaphysica. Berlim.

AQUINO, T. (1950) In Duodecim Libros Metaphysicorum Aristotelis Expositio. Cathala, M.-R. (ed.), Marietti.

AUBENQUE, P. Le problème de l’être chez Aristote. (2002). Paris: PUF.

BONITZ, H. (1849). Aristotelis Metaphysica recognovit et enarravit - Pars Posterior. Bonn.

BONITZ, H. (trad.) (1966). Metaphysik. München: Rowohlt.

CASSIN, B. et NARCY, M. (ed.) (1998). La décision du Sens: Le livre Gamma de la Métaphysique d’Aristote - Introduction, texte, traduction et commentaire. Paris: Vrin.

CODE, A. (1986). “Aristotle’s Investigation of a Basic Logical Principle: Which Science Investigates the Principle of Non-Contradiction?”.Canadian Journal of Philosophy, Vol. 16, Nº 3, 341-358. DOI: 10.1080/00455091.1986.10717123

DANCY, R. M. (1975). Sense and Contradiction - A Study in Aristotle. Dordrecht: Reidel. DOI: 10.1007/978-94-010-9770-3

HECQUET-DEVIENNE, M. (ed. et trad.) et STEVENS, A. (org.) (2008). Métaphysique Gamma − Édition, Traduction, Études. Louvain-la-Neuve: Peeters.

KIRWAN, C. (trad.) (2003b). Metaphysics - Books Γ, Δ and Ε. Clarendon Aristotle Series. Oxford: OUP.

ŁUKASIEWICZ, J. (1972). Aristotle’s Syllogistic from the standpoint of the modern formal logic. Oxford: OUP.

ŁUKASIEWICZ, J. Du Principe de contradiction chez Aristote. (2000). Siroka, D. (trad.). Paris: L’Éclat.

MINIO-PALUELLO, L.(ed.) ARISTÓTELES. (1949). Categoriae et Liber de Interpretatione. Oxford: OUP.

PELLEGRIN, P. (trad.) (2005). Seconds Analytiques. Paris: Flammarion.

PLATÃO. (1995). Opera. Tomus I. Duke, E. Hicken, W. Nicoll, W. Robinson, D. Strachan, J. (eds.). Oxford: OUP.

ROSS, D. (ed. and comment) (1997) Metaphysics. Vols. I e II. Oxford: Clarendon Press.

ROSS, D. (ed.) (1957). Politica. Oxford: OUP.

ROSS, D. (ed.) (2004). Topica et Sophistici Elenchi. Oxford: OUP.

TRICOT, J. (trad.) La Métaphysique. (1991). Paris: Vrin.

ZILLIG, R. (2007). "Significação e Não Contradição: o papel da noção de significação na defesa do princípio de não contradição em Metafísica Γ 4". Revista Analytica, Vol. 11.

ZINGANO, M. (2003) "Notas sobre o Princípio de não Contradição em Aristóteles". Cadernos de História e Filosofia da Ciência, Série 3, Vol. 13, nº 1, 7-32.

ZINGANO, M. (2008). "Sêmainein hen, sêmainein kath’ henos et la preuve de 1006b28-34". In: ARISTOTE. Métaphysique Gamma − Édition, Traduction, Études. Hecquet-Devienne., M. (ed. et trad.) et Stevens, A. (org.). Louvain-la-Neuve: Peeters.

Published
2015-05-20
How to Cite
Moreira, V. (2015). Observações sobre a estrutura da significação em Metafísica Γ 4. Journal of Ancient Philosophy, 9(1), 22-40. https://doi.org/10.11606/issn.1981-9471.v9i1p22-40
Section
Articles