Descrição e análise morfossintática da terminologia do babaçu do Maranhão

  • Theciana Silva Silveira Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Conceição de Maria de Araujo Ramos Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Palavras-chave: Aspectos morfossintáticos. Terminologia. Babaçu. Maranhão.

Resumo

Este trabalho objetiva descrever e analisar os aspectos morfológicos da terminologia do babaçu baseando-se na proposta tipológica elaborada por Alves (2004) e na orientação teórica da morfologia derivacional. O texto está estruturado em quatro partes: (i) levantamento de termos e suas variantes, presentes na modalidade oral da terminologia do babaçu do Maranhão; (ii) seleção do corpus por meio de programas de processamento de corpora linguísticos; (iii) descrição dos processos sintáticos registrados no corpus e (iv) análise dos termos. O corpus foi constituído com base no discurso oral das quebradeiras de coco dos municípios de Buriti, Itapecuru-Mirim, Viana, Vargem Grande, Presidente Vargas, Cantanhede e São Bento, todos no Maranhão. Para recolher os termos, foi aplicado o questionário semântico-lexical elaborado pelo projeto Atlas Linguístico do Maranhão (ALiMA), que contém 54 questões. Para selecionar e compilar os dados, foram utilizados os programas computacionais AntConc, no qual os inquéritos foram transcritos e processados, e o Microsoft Access, no qual foram geradas tabelas, organizando os termos registrados. Os resultados mostram que no corpus utilizado os compostos sintagmáticos representam o processo de formação mais produtivo, correspondendo a 71% do total de 94 termos selecionados.

Biografia do Autor

Theciana Silva Silveira, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da Uiversidade Federal do Maranhão e Auxiliar de Pesquisa do Projeto Atlas Linguístico do Maranhão e do Brasil- ALiMA/ ALiB.
Conceição de Maria de Araujo Ramos, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Professora associada do Departamento de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras, Centro de Ciências Humanas, da Universidade Federal do Maranhão – UFMA, São Luís, Maranhão, Brasil,  Coordenadora do Projeto Atlas Linguístico do Maranhão - ALiMA e Coordenadora Regional do Atlas Linguístico do Brasil para o Maranhão.

Referências

Alves IM. Neologismo: criação lexical. São Paulo: Ática; 2004.

Alves IM. Derivação prefixal. In: Rodrigues A, Alves IM, organizadores. A construção morfológica da palavra: gramática do português culto falado no Brasil. São Paulo: Contexto; 2015. p. 17-56.

Araújo M. Composição sintagmática, por siglas e acrônimos. In: Rodrigues A, Alves IM, organizadores. A construção morfológica da palavra: gramática do português culto falado no Brasil. São Paulo: Contexto; 2015. p. 123-144.

Araújo M, Martins PI, Silva WS. Estudando a terminologia das ciências naturais: as composições em revistas de divulgação científica. In: Alves IM, organizador. Cadernos de terminologia: termos, verbetes, glossários: algumas abordagens do trabalho terminológico. São Paulo: Citrat; 2011. (Série Cadernos de terminologia, vol. 4). p. 57-78.

Cardoso EA. Composição. In: Rodrigues A, Alves IM, organizadores. A construção morfológica da palavra: gramática do português culto falado no Brasil. São Paulo: Contexto; 2015. p. 111-122.

Coleti JS, Almeida GMB. Aspectos morfológicos da terminologia da nanociência e nanotecnologia. Filologia e Linguística Portuguesa. 2010;12(2):271-294.

Correa M, Lemos LSP. Inovação lexical em português. Lisboa: Colibri; 2005.

Houaiss A, Villar MS. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva; 2009.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Censo 2010. Disponível em: <https://censo2010.ibge.gov.br/> Acesso em: 06 abr. 2016.

Maroneze B, Cardoso EA, Pissolato L. Derivação sufixal. In: Rodrigues A, Alves IM, organizadores. A construção morfológica da palavra: gramática do português culto falado no Brasil. São Paulo: Contexto; 2015. p. 57-110.

Microsoft. Access. Programa computacional, versão 2010.

Sandmann AJ. Morfologia lexical. São Paulo: Contexto; 1992.

Publicado
2017-12-01
Como Citar
Silveira, T., & Ramos, C. de M. (2017). Descrição e análise morfossintática da terminologia do babaçu do Maranhão. Filologia E Linguística Portuguesa, 19(1), 127-142. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v19i1p127-142
Seção
Artigos