Aspectos paleográficos de um processo crime de roubo e estupro do início do século XX: análise das abreviaturas

  • Damares Oliveira de Souza Universidade Estadual de Feira de Santana/ Mestre em Estudos Linguísticos
  • Rita de Cássia Ribeiro de Queiroz Universidade Estadual de Feira de Santana / Professora Pleno
Palavras-chave: Processo crime, Paleografia, Edição fac-similar, Edição semidiplomática

Resumo

Os processos crimes são documentos jurídicos que possuem vastos e ricos mananciais de informações, se constituem como fontes de conhecimentos e objetos de estudos por pesquisadores de áreas diversas. Incursionar pelo universo filológico-paleográfico é uma atividade que, além da preservação, possibilita a leitura e interpretação dos documentos, bem como de suas formas gráficas. Sendo assim, neste artigo, objetivamos apresentar o estudo de alguns aspectos paleográfico de um processo crime de roubo e estupro, do início do século XX, arquivado no Centro de Documentação e Pesquisa (CEDOC), localizado na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), no Estado da Bahia, assim descrito: série: processo crime, sessão: judiciária, sob a localização: estante 03, Caixa 65, Documento 1205, tendo como suportes as suas edições fac-similar e semidiplomática. Para tanto, utilizamos como aportes teóricos Spina (1977), Acioli (2003), Spaggiare e Perugi (2004), Cambraia (2005), Queiroz (2007), dentre outros.

Biografia do Autor

Damares Oliveira de Souza, Universidade Estadual de Feira de Santana/ Mestre em Estudos Linguísticos
Especialista em Educação e Estudos Filológicos; Mestre em Estudos Linguísticos pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS/CAPES.
Rita de Cássia Ribeiro de Queiroz, Universidade Estadual de Feira de Santana / Professora Pleno
Professora Pleno, orientadora e atuante no Departamento de Letras e Artes, na Graduação e na Pós- Graduação.

Referências

Acioli VLC. A escrita no Brasil Colônia: um guia para leitura de documentos manuscritos. 2ª ed. Recife: UFPE / Fundação Joaquim Nabuco / Editora Massangana; 2003.

Andrade EA. Aspectos paleográficos em manuscritos dos séculos XVIII e XIX. Filologia e Linguística Portuguesa. 2009;10-11:149-172.

Berwanger AR, Leal JEF. Noções de paleografia e diplomática. 3ª ed. rev. e ampl. Santa Maria: Ed. UFSM; 2008.

Cambraia CN. Introdução à crítica textual. São Paulo: Martins Fontes; 2005.

Flexor MHO. Abreviaturas: manuscritos do século XVI ao XIX. 3ª ed. rev. aum. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional; 2008.

Queiroz RCR. Introdução metodológica. In: __________, organizadora. Documentos do acervo de Monsenhor Galvão: edição semidiplomática. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana; 2007. p. 23-34.

Spaggiari B, Perugi M. Fundamentos da crítica textual. Rio de Janeiro: Lucerna; 2004.

Spina S. Introdução à edótica. São Paulo: Cultrix/Editora da Universidade de São Paulo; 1977.

Publicado
2018-06-07
Como Citar
Oliveira de Souza, D., & Ribeiro de Queiroz, R. (2018). Aspectos paleográficos de um processo crime de roubo e estupro do início do século XX: análise das abreviaturas. Filologia E Linguística Portuguesa, 20(1), 97-114. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v20i1p97-114
Seção
Artigos