A co-construção da imagem de Michel Butor: argumentação em entrevistas literárias

Palavras-chave: Ethos, Argumentação, Michel Butor, Entrevistas literárias

Resumo

O ethos e a argumentação são de grande contribuição para o estudo das entrevistas literárias (Yanoshevsky, 2014, 2011). Propõe-se neste artigo analisar duas entrevistas do escritor francês Michel Butor (1926-2016), tendo sido a primeira realizada no momento de comemoração dos cinquenta anos da obra de Proust, em dezembro de 1963, e a segunda, cinquenta anos depois, em celebração ao recebimento do Grande Prêmio da Académie Française pelo conjunto da obra de Butor (agosto de 2013). Com o objetivo de melhor compreender a co‑construção da imagem do escritor nessas entrevistas literárias, ocorridas em dois momentos distintos de sua carreira, o artigo evidenciará, ao longo da análise, as contribuições dos entrevistadores, em especial durante a segunda entrevista, na co-construção das imagens do escritor, bem como a forma como a obra de Proust adquire, na narrativa de vida de Butor, um sentido mais amplo e, portanto, mais poético.

Biografia do Autor

Amayi Luiza Soares Koyano, Universidade de São Paulo

Mestranda em Estudos Linguísticos, Literários e Tradutológicos em Francês

Departamento de Letras Modernas

 

Referências

Amossy R. Argumentação e Análise do Discurso: perspectivas teóricas e recortes disciplinares. Piris EL, Ferreira MO, tradutores. EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. 2011;1:129-144.

Amossy R. organizadora. Imagens de si no discurso: a construção do ethos. Cruz DF da, Komesu F, Possenti S, tradutores. São Paulo: Contexto; 2005.

Bakhtin M. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – o contexto de François Rabelais. Vieira YF, tradutora. São Paulo/Brasília: Hucitec/UnB; 2008.

Breton P, Gauthier G. História das Teorias da Argumentação. Carvalho M, tradutora. Lisboa: Editorial Bizâncio; 2001.

Butor M, Fruchon-Toussaint C. À double titre: Michel Butor [programa de rádio]. Paris, Radio France Internationale, 03 ago. 2013. [citado 12 nov. 2018]. Disponível em https://savoirs.rfi.fr/br/apprendre-enseigner/culture/michel-butor.

Butor M, Gravier G, Vallette R. Proust aujourd’hui: La leçon de Marcel Proust selon Michel Butor [programa de rádio]. Paris, Radiodiffusion Télévision Française, 10 dez. 1963. [citado 12 nov. 2018]. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=tlK0CeHO-ow&t=232s.

Coulibeuf P. Michel Butor Mobile [filme cinematográfico]. Paris: Ministère des Affaires Étrangrères; 2001. 1 DVD; 61min.

Machado IL. O prefácio visto como uma prática discursiva em que diferentes vidas e obras se entrecruzam. Estudos Linguísticos. 2014;43(3):1129-1139.

Machado IL. Percursos de vida que se entremeiam a percursos teóricos. In: Santos S, Menezes W, organizadores. Discurso, Identidade, Memória. Fortaleza: Expressão Gráfica; 2015. p. 83-96.

Machado IL. Um encontro entre poesia, análise do discurso e narrativa de vida. PÓS – Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes da Escola de Belas Artes da UFMG. 2016;6:32-43.

Machado IL. Uma analista do discurso face aos ditos de dois políticos: narrativas de vida que se entrecruzam. EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. 2012;3:68-81.

Machado IL.A ‘narrativa de si’ e a ironia: um estudo de caso à Luz da Análise do Discurso. Cadernos Discursivos. 2013;1(1):1-16.

Maingueneau D. O contexto da obra literária. São Paulo: Martins Fontes; 2001.

Mello RA. Flaubert, Madame Bovary e Emma Bovary: ecos de ethos [dissertação]. Belo Horizonte: Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais; 2012.

Mello RA. O universo flaubertiano e a pathemização especular [tese]. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais; 2016.

Miranda DS. Discurso Jurídico: constituição do ethos e orientação argumentativa [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo; 2011.

Oliveira RR. Uma outra face feminina: retórica, argumentação e ethos em entrevistas de Hilda Hilst. EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação. 2016;11:103-116.

Perelman C, Olbrechts-Tyteca L. Tratado da argumentação – a Nova Retórica. 2a edição em português. Galvão ME de AP, tradutora. São Paulo: Martins Fontes; 2005.

Perugini GPD. Déconstruction et reconstruction chez Michel Butor et Alain Robbe-Grillet: contribution du nouveau roman à l’imaginaire social des Trente glorieuses (1946-1975) [tese]. Lille/São Paulo: École Doctorale Sciences de l’Homme et de la Société/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Université Charles de Gaulle – Lille III/Universidade de São Paulo; 2015.

Prado DS. A recepção do ‘novo romance’ no ‘Suplemento literário’ do jornal O Estado de São Paulo [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo; 2006.

Yanoshevsky G. A co-construção da imagem do autor: o caso da entrevista literária. In: Emediato V, Lara GMP. Análises do Discurso Hoje. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; 2011. Vol. 4. Não paginado.

Yanoshevsky G. L’entretien littéraire – un objet privilégié pour l’analyse du discours? Argumentation et Analyse du Discours [En ligne]. 2014:12: não paginado. [citado 20 nov. 2018]. Disponível em http://aad.revues.org/1726.

Publicado
2019-08-25
Como Citar
Koyano, A. L. S. (2019). A co-construção da imagem de Michel Butor: argumentação em entrevistas literárias. Filologia E Linguística Portuguesa, 21(1), 115-138. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v21i1p115-138
Seção
Artigos