Lingüística e Filologia. O eterno debate

  • E.F. Konrad Koerner Universidade de Ottawa
  • Cristina Altman Universidade de São Paulo
  • Lineide do Lago Salvador Mosca Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Linguística. Filologia. Linguística histórico-comparativa.

Resumo

As relações entre 'linguística' e 'filologia' têm sido polemicamente tratadas no estudo da linguagem há pelo menos 150 anos. O presente texto, ao mesmo tempo em que procura mapear as origens do debate, chama a atenção para certas diferenças terminológicas no uso das duas designações, tais como se consagraram na tradição anglo-saxônica de estudo da linguagem e nas tradições que se desenvolveram na Europa continental. O valor dos termos - philology (ingl.); philologie (fr.); philologie compareé (fr.); Philologie (al.) e linguistics (ingl.); linguistique (fr.); Sprachwissenschaft (al.); Linguistik (al.) - bem como o escopo das disciplinas que correspondentemente passaram a designar, é revisto a partir do uso que lhes imprimiram algumas gerações de linguistas do século passado e deste século.

Biografia do Autor

Cristina Altman, Universidade de São Paulo
Tradução do artigo
Lineide do Lago Salvador Mosca, Universidade de São Paulo
Tradução do artigo
Publicado
1997-08-02
Como Citar
Koerner, E. K., Altman, C., & Mosca, L. (1997). Lingüística e Filologia. O eterno debate. Filologia E Linguística Portuguesa, (1), 7-20. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i1p7-20
Edição
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)