Confiabilidade na mensuração da pressão inspiratória máxima e da capacidade inspiratória de um fisioterapeuta em treinamento

  • Rodrigo Muñoz Cofré
  • Mariano del Sol Calderón
  • Paul Medina González Medina González
  • Nicolás Martínez Saavedra Universidad Católica del Maule. Facultad de Ciencias de la Salud
  • Máximo Escobar Cabello
Palavras-chave: Pressões Respiratórias Máximas, Acurácia dos Dados, Fisioterapeutas

Resumo

O objetivo deste estudo foi explorar o impacto da experiência clínica na confiabilidade e concordância da medição da pressão inspiratória máxima (PIM) e da capacidade inspiratória (CI) em um período de treinamento clínico. Por conveniência, 37 participantes foram avaliados em um pletismógrafo corporal por um fisioterapeuta especializado (FE) e um fisioterapeuta novato (FN). O Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI) foi utilizado para analisar a confiabilidade dos testes PIM e CI; enquanto para explorar as diferenças individuais foram usados os gráficos de Bland-Altman (gB/A). A análise CCI em três ensaios mostrou excelente confiabilidade inter-avaliadores (CCI 1°: 0,914; CCI 2°: 0,915; CCI 3°: 0,925) para o teste PIM e (CCI 1°: 0,955; CCI 2°: 0,965; CCI 3°: 0,970) para o teste de CI. No entanto, a concordância de acordo com gB/A entre os avaliadores, mostrou uma tendência sistemática com resultados absolutos mais altos para FE de 9,2 cmH2O em PIM e 0,06 L em CI, respectivamente. Os resultados sugerem que a FN adquiriu habilidades técnicas e discriminativas confiáveis para o teste PIM e CI, mas os pacientes tendem a melhorar o desempenho com um avaliador experiente. A experiência do avaliador influencia os resultados obtidos a partir da medição do PIM nos sujeitos, a formação de um FN exige a incorporação de mais habilidades para reconhecer um verdadeiro esforço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Muñoz Cofré

Programa de Doctorado en Ciencias Morfológicas, Universidad de La Frontera

Mariano del Sol Calderón

Programa de Doctorado en Ciencias Morfológicas, Universidad de La Frontera

Paul Medina González Medina González

Departamento de Kinesiología. Facultad de Ciencias de la Salud, Universidad Católica del Maule

Nicolás Martínez Saavedra, Universidad Católica del Maule. Facultad de Ciencias de la Salud

Estudiante, Escuela de Kinesiología, Facultad de Ciencias de la Salud, Universidad Católica del Maule

Máximo Escobar Cabello

Programa de Doctorado en Educación en Red, Universidad del Bío-Bío

Publicado
2018-12-18
Como Citar
Cofré, R., Calderón, M., González, P. M. G., Saavedra, N., & Cabello, M. (2018). Confiabilidade na mensuração da pressão inspiratória máxima e da capacidade inspiratória de um fisioterapeuta em treinamento. Fisioterapia E Pesquisa, 25(4), 444-451. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/fpusp/article/view/152920
Seção
Investigação