Influência da posição do marcador maleolar sobre os parâmetros posturais no plano sagital

  • Tainara Steffens Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Cláudia Tarragô Candotti Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Isis Juliene Rodrigues Leite Navarro
  • Emanuelle Francine Detogni Schmit
  • Liliane Martini Araújo
  • Jefferson Fagundes Loss Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Fotogrametria é um método de avaliação postural que fornece informações baseadas no referencial de marcadores anatômicos. No plano sagital, uma das principais avaliações está relacionada ao fio de prumo, apresentando divergências a respeito da colocação do marcador de referência maleolar na bibliografia. Alguns defendem que seja feita exatamente sobre o centro do maléolo lateral, enquanto outros defendem a colocação um pouco à frente do maléolo lateral. O objetivo deste estudo foi identificar se a modificação da posição do marcador maleolar influencia os resultados do procedimento. Trata-se de um estudo observacional analítico transversal, com delineamento comparativo intrassujeitos. Foram avaliados 44 indivíduos saudáveis (25 mulheres e 19 homens; 27±6 anos; 170±11cm; 71±15Kg) utilizando o protocolo e software DIPA© para investigação das variáveis (teste do fio de prumo e pulsão da pelve) no plano sagital, com o marcador maleolar em duas posições: (1) no centro do maléolo lateral e (2) à frente do maléolo lateral. A análise realizada segundo os métodos estatístico, descritivo (distribuição de frequências, média e desvio padrão) e inferencial (testes de Shapiro Wilk, t de Student dependente e Wilcoxon, α=0,05). Para ambas as variáveis, a posição do marcador maleolar exerceu influência estatisticamente significativa (p<0,05) apenas no valor escalar, não afetando significativamente (p>0,05) a classificação postural. Os resultados sugerem que o ponto de referência vertical para a fotogrametria, baseado no marcador maleolar pode ser de escolha do avaliador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tainara Steffens, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Fisioterapeuta, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Cláudia Tarragô Candotti, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor(a) e docente dos cursos de fisioterapia e educação física, mestrado e doutorado Escola de Educação Física Fisioterapia e Dança (Esefid) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Isis Juliene Rodrigues Leite Navarro

Fisioterapeuta, Mestre em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Emanuelle Francine Detogni Schmit

Fisioterapeuta, Mestre em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Liliane Martini Araújo

Fisioterapeuta, Mestre em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Jefferson Fagundes Loss, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor(a) e docente dos cursos de fisioterapia e educação física, mestrado e doutorado Escola de Educação Física Fisioterapia e Dança (Esefid) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Publicado
2018-12-18
Como Citar
Steffens, T., Candotti, C., Navarro, I., Schmit, E., Araújo, L., & Loss, J. (2018). Influência da posição do marcador maleolar sobre os parâmetros posturais no plano sagital. Fisioterapia E Pesquisa, 25(4), 452-458. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/fpusp/article/view/152926
Seção
Pesquisa Original