Problema crônico de coluna/dor nas costas em população quilombolas de região baiana, nordeste brasileiro

  • Emille Prates Teixeira Group of Studies, Research and Extension in Education, Culture and Health
  • Ricardo Franklin de Freitas Mussi Universidade do Estado da Bahia
  • Edio Luiz Petroski Universidade Federal de Santa Catarina
  • Hector Luiz Rodrigues Munaro Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Ana Claudia Morais Godoy Figueiredo University of Brasília
Palavras-chave: Grupo com Ancestrais do Continente Africano, Coluna Vertebral, Inquéritos Epidemiológicos

Resumo

O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência de problemas crônicos de coluna ou dor nas costas (PCC/ DC), os fatores sociodemográficos e de estilo de vida e as doenças crônicas associadas em adultos quilombolas. Foi realizado estudo epidemiológico, populacional e seccional, com amostra representativa de uma região de um estado nordestino. Os dados foram coletados por meio de entrevista com formulário padronizado. A análise estatística consistiu na regressão de Poisson robusta, com cálculo das razões de prevalência, intervalo de confiança (95%) e nível de significância inferior a 5%. A prevalência de PCC/DC foi de 50,5% (intervalo de confiança - IC95%: 47,1:53,9), independentemente associada ao grupo etário, à qualidade do sono, à saúde autorreferida, à deficiência locomotora e aos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (Dort). Houve maior probabilidade de exposição aos PCC/DC para os quilombolas com idade >40 anos, má qualidade do sono, pior saúde autorreferida, diagnóstico de Dort e deficiência locomotora.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-22
Como Citar
Teixeira, E., Mussi, R., Petroski, E. L., Munaro, H. L., & Figueiredo, A. C. (2019). Problema crônico de coluna/dor nas costas em população quilombolas de região baiana, nordeste brasileiro. Fisioterapia E Pesquisa, 26(1), 85-90. https://doi.org/10.1590/1809-2950/18024126012019
Seção
Pesquisa Original