Ventilação mecânica

  • Carlos Roberto Ribeiro de Carvalho
  • Marcelo Brítto Passos Amato
  • Carmen Silvia Valente Barbas
Palavras-chave: Respiração artificial, métodos

Resumo

Este trabalho discute os conceitos e princípios envolvidos na prática da ventilação mecânica (VM) em diferentes modalidades, bem como as formas de interação paciente/ventilador. Discute, em particular, o uso da VM na Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA), analisando as várias possibilidades de intervenção (benefícios/riscos) e, a partir de estudos clínicos e experimentais do comportamento da curva pressão X volume, a utilização de Volume Corrente (VC) de 4 a 7 ml/kg com uso de PEEP de 1 a 2 cm H20 acima de L - Pflex ou, pelo menos, 10 cmH20 quando o ponto inferior de inflexão da curva não for encontrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Roberto Ribeiro de Carvalho

Diretor do Serviço de Pneumologia e chefe da UTI - Respiratória do Hospital das Clinicas e Professor Doutor do Curso de Fisioterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo- FMUSP

Marcelo Brítto Passos Amato
Médico Assistente da UTI - Respiratória do HC-FMUSP
Carmen Silvia Valente Barbas
Professor e Médico Assistente de UTI Respirtória do HC-FMUSP
Como Citar
Carvalho, C. R., Amato, M., & Barbas, C. (1). Ventilação mecânica. Fisioterapia E Pesquisa, 2(1), 31-39. https://doi.org/10.1590/fpusp.v2i1.75261
Seção
Artigos