Eficácia de um programa de tratamento fisioterapêutico sobre a qualidade de vida de pacientes com fibromialgia

Autores

  • Luciana Akemi Matsutani Universidade de São Paulo / Faculdade de Medicina
  • Amélia Pasqual Marques Universidade de São Paulo / Faculdade de Medicina

DOI:

https://doi.org/10.1590/fpusp.v11i1.77225

Palavras-chave:

Fibromialgia/ reabilitação.sioterapia/métodos, lasers/uso terapêutico, terapia por exercícios/métodos, medição da dor/ métodos, limiar da dor, qualidade de vida questionários.

Resumo

Fibromialgia é uma síndrome de etiologia desconhecida e caracterizada pela presença de dor difusa e crônica e pelo menos 11 dos 18 tender points específicos. É fundamental encontrar alternativas eficazes de tratamento que objetivem minimizar o impacto da fibromialgia (FM) sobre a qualidade de vida dos pacientes. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia de um tratamento fisioterapêutico composto de terapia a laser nos tender points e exercícios dealongamento muscular sobre a qualidade de vida de pacientes com FM. Participaram do estudo 28 pacientes com FM que foram divididos em três grupos: GLA (n = 10) que realizou 10 sessões de terapia a laser nos tender points e exercícios de alongamento; GA (n = 10) que realizou 10 sessões de alongamento muscular e; GC (n = 8) que realizou uma sessão educativa. Foram utilizadas as medidas da escala analógica visual da dor (VAS), dolorimetria dos tender points, Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ) e SF-36. Os resultadosmostraram que os grupos GLA e GA, quando comparadas as avaliações inicial e final, apresentaram diferença significante na VAS (p = 0,006 e p = 0,002; respectivamente); no limiar de dor dos tender points (p = 0,001 e p = 0,007; respectivamente); no FIQ (p = 0,04 e p = 0,006; respectivamente) e no SF-36 (p = 0,001 e p = 0,000; respectivamente). O grupo GC não apresentou diferença significante em nenhuma das medidas. Não houve diferença significante entre os gruposGLA e GA, mas houve diferença destes com o grupo GC nas medidas da VAS e do limiar de dor nos tender points. Neste estudo, conclui-se que os exercícios de alongamento são eficazes na melhora da
dor, sensibilidade dolorosa dos tender points e qualidade de vida dos pacientes. Devem ser revistos alguns parâmetros da terapia a laser de baixa potência no tratamento desses pacientes, como o intervalo entre as sessões e o comprimento de onda do laser adotados. Sugere-se ainda que a abordagem educativa seja empregada como parte integrante do tratamento e que a relação fisioterapeuta-paciente deva ser valorizada, pois são aspectos importantes que podem contribuir para a melhora da qualidade de vida dos pacientes com FM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Akemi Matsutani, Universidade de São Paulo / Faculdade de Medicina

Professora do Curso de Fisioterapia da Fundação Instituto de Ensino para Osasco - UNIFIEO. Departamento de Fisioterapia. Fisioterapeuta do grupo de fibromialgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Amélia Pasqual Marques, Universidade de São Paulo / Faculdade de Medicina

Orientadora. Professora Doutora do Curso de Fisioterapia da Universidade de São Paulo. Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Coordenadora da fisioterapia do grupo de fibromialgia do Hospital das Clínicas da
Faculdade de Medicina da
Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

1994-06-30

Como Citar

Matsutani, L. A., & Marques, A. P. (1994). Eficácia de um programa de tratamento fisioterapêutico sobre a qualidade de vida de pacientes com fibromialgia. Fisioterapia E Pesquisa, 11(1), 68-69. https://doi.org/10.1590/fpusp.v11i1.77225

Edição

Seção

Teses / Dissertações