Tratamento fisioterápico em distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: um estudo de caso

  • Luciane Frizo Mendes
  • Raquel Aparecida Casarotto
Palavras-chave: Fisioterapia, métodos, Dor, reabilitação, Doença crônica, epidemiologia, Transtornos traumáticos cumulativos, Doenças ocupacionais

Resumo

Estudos epidemiológicos mostram que as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) ocupam o primeiro lugar entre as doenças ocupacionais. Entretanto, há poucos estudos sobre a abordagem clínica da fisioterapia em saúde ocupacional. O objetivo deste estudo é relatar a evolução de um caso de DORT tratado apenas com fisioterapia. A paciente apresentava diagnóstico de cervicobraquialgia referindo quadro álgico há três anos. O tratamento teve duração de dezenove sessões. TENS, massoterapia e cinesioterapia foram os principais recursos utilizados. O quadro doloroso e a funcionalidade da paciente tiveram significante melhora a partir da décima segunda terapia, demonstrando que o TENS foi eficaz no controle da dor crônica. E as instabilidades do quadro clínico da paciente que ocorreram durante o tratamento estavam relacionados a fatores organizacionais do trabalho revelando que existe a necessidade de uma abordagem multidisciplinar com intervenções no local de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Frizo Mendes
Professora Convidada do Curso de Fisioterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Raquel Aparecida Casarotto
Professora Assistente do Curso de Fisioterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Como Citar
Mendes, L., & Casarotto, R. (1). Tratamento fisioterápico em distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: um estudo de caso. Fisioterapia E Pesquisa, 5(2), 127-132. https://doi.org/10.1590/fpusp.v5i2.77304
Seção
Relato de Caso