O lugar do sertão em Ariano Suassuna

uma leitura geográfica sobre a representação de sertão na obra Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta

Autores

  • Ariel Roemer Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2594-9632.geoliterart.2020.167374

Palavras-chave:

Ariano Suassuna, Sertão, Movimento Armorial

Resumo

O artigo a seguir se refere a pesquisa que consiste na compreensão do conceito de sertão no livro Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta de Ariano Suassuna. Tal discussão se insere nas questões de representações e ideologias geográficas no contexto de cultura popular. Portanto, é feito um debate sobre o papel do sertão na formação social, cultural, espacial e simbólica como um lugar específico. Tudo isso imerso na estética do Movimento Armorial, do qual Ariano Suassuna é fundador, no direcionamento do romance e na forma como o espaço sertanejo é representado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ariel Roemer, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Graduando em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - Universidade de ~ São Paulo

Referências

ALBUQUERQUE JR., Durval Muniz de. A invenção do Nordeste e outras artes. 4ª edição. Recife: FJN; Ed. Massangana; São Paulo: Cortez, 2009.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo: Hucitec; Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1999

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. 4ª edição. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CÂNDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: Vários Escritos. 5ª edição, corrigida pelo autor. Rio de Janeiro: Ouro Sobre Azul, 2011, p. 171-193

CARVALHO, Ernando Alves de. Pedra do reino: a tragédia que virou festa. 3ª edição. Recife: Editora Coqueiro, 2003

CAVIGNAC, Julie. A Literatura de Cordel no Nordeste do Brasil: Da história escrita ao relato oral. Natal: Editora da UFRN, 2006.

COSGROVE, Denis. A Geografia Está em Toda Parte: Cultura e Simbolismo nas Paisa-gens Humanas. In: CORRÊA, R. Lobato e ROSENDAHL, Zeny. Paisagem, tempo e cultura. 2ª edição. Rio de Janeiro; EdUERJ, 2004, p. 92-122

CUNHA, Euclides da. Os Sertões. (Edição didática preparada por Alfredo Bosi; cotejo e estabelecimento do texto por Hersílio Ângelo). 3ª edição. São Paulo: Editora Cultrix, 1982

LEFEBVRE, Henri. La presencia y la ausencia - contribuicion a la teoria teoria de las representaciones. México, DF: Fondo de Cultura Economica, 1983.

LEITE, Antonio Attico de Souza. Fanatismo religioso: memória sobre o reino encanta-do na Comarca de Vila Bela - Com juízo crítico, prefácio e organização de Débora Ca-valcantes de Moura. 4ª edição. Recife: D. Cavalcantes de Moura, 2018.

LIMA, Nísia Trindade. Um sertão chamado Brasil. 2ª edição. São Paulo: Hucitec, 2013.

LOWENTHAL, David. Geografia, Experiência e Imaginação: Em Direção a uma Epis-temologia Geográfica. In: CHRISTOFOLETTI, Antonio (Org.) Perspectivas da Geo-grafia. 2ª Edição. São Paulo: Difel, 1985. p. 103-141

MORAES, Antonio Carlos Robert. Geografia Crítica: a valorização do espaço. São Pau-lo, Editora Hucitec, 1984.

MORAES, Antonio Carlos Robert. O sertão um “outro geográfico”. Terra Brasilis [on-line]. São Paulo. v. [s.n], n. 4-5, p. 1- 8, 2003. Disponível em: <https://journals.openedition.org/terrabrasilis/341> Acesso em: 20 jun. 2019.

MORAES, Antonio Carlos Robert. Ideologias Geográficas: Espaço, cultura e política no Brasil. São Paulo: Annablume, 2005

NEWTON JÚNIOR, Carlos. Ariano Suassuna: vida e obra em almanaque. Recife: Caixa Econômica Federal, 2014.

NOGUEIRA, Maria Aparecida Lopes. O cabreiro tresmalhado: Ariano Suassuna e a universalidade da cultura. São Paulo: Palas Athena, 2002.

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO BELMONTE. Prefeitura de São José do Belmonte. 2019. Disponível em: <http://saojosedobelmonte.pe.gov.br/> Acesso em: 27 jun. 2019.

SOUZA, Candice Vidal e. A pátria geográfica: sertão e litoral no pensamento social brasileiro. Goiânia: Editora da UFG, 1997.

SUASSUNA, Ariano. Almanaque Armorial. Seleção, organização e prefácio Carlos Newton Júnior. Rio de Janeiro: José Olympio, 2008.

SUASSUNA, Ariano. O Movimento Armorial. Revista Pernambucana de Desenvolvi-mento,. Recife, v. 4, n. 1. p. 39-64, jan-jul, 1977.

SUASSUNA, Ariano. O romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. 15ª edição. Rio de Janeiro: José Olympio, 2016.

SUASSUNA, Ariano. Romance de Dom Pantero no Palco dos Pecadores. 1ª edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017.

Downloads

Publicado

2020-10-15

Como Citar

Roemer, A. (2020). O lugar do sertão em Ariano Suassuna: uma leitura geográfica sobre a representação de sertão na obra Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. Revista Geografia, Literatura E Arte, 2(1), 77-90. https://doi.org/10.11606/issn.2594-9632.geoliterart.2020.167374

Edição

Seção

Artigos