Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Lugar, corporeidade e política: reflexões a partir do net-ativismo em redes sociais online

Marcos Antonio de Moraes Xavier

Resumo


O net-ativismo realizado em redes sociais online inaugura novas formas e estratégias de ação política, mas não extingui ou diminui a importância das relações face a face. Nos últimos anos, a ocupação das ruas e espaços públicos por multidões em diferentes lugares do mundo tem sido uma amostra deste fato. Provavelmente, pelo fato de os problemas, indignações e solidariedades expressos nessas redes serem concretos nos lugares, onde efetivamente as pessoas vivem, e não em um espaço virtual metafórico.  No lugar: espaço banal, extensão de coexistência e vizinhança, as relações de reciprocidade são inescapáveis, pois, graças à nossa corporeidade, fazemos parte do campo prático da ação uns dos outros e, juntos, ainda que de forma desigual, enfrentamos nossos problemas. É nele, portanto, que a produção da consciência política é mais verossímil e que a ação de luta pode adquirir efetividade.

Palavras-chave


lugar, corporeidade, co-presença, net-ativismo, redes sociais online

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo e outros ensaios. Chapecó, SC: Argos, 2010.

BUSTAMANTE, Javier. Poder comunicativo, ecossistemas digitais e cidadania digital. In SILVEIRA, S. A. (org.) Cidadania e redes digitais. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil: Maracá- Educação e Tecnologias, 2010. p. 12-35

CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

_____________ Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da Internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

CHARDIN, Pierre Theiard de. O fenômeno humano. São Paulo: Cultrix, 1995).

CRARY, Jonathan. 24/7 O Capitalismo tardio e os fins do sono. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

DI FELICE, Massimo. Netativismo: novos aspectos da opinião pública em contextos digitais. Artigo apresentado no International Association for Media and Communication Research. 2011. Disponível em: https://netativismo.files.wordpress.com/2011/10/artigo_massimodifelice.pdf, Acessado em 30/06/2016.

__________________ Ser redes: formismo digital dos movimentos net-ativistas. MATRIZes, São Paulo, ano 7. n. 2, p. 49-71, ul./dez.. 2013.

_________________ O comum digital: as dimensões conectivas e o surgimento de um novo comunitarismo. Vida Pastoral – Edição Especial, n. 305, ano 56, 2015. Disponível em: http://www.vidapastoral.com.br/artigos/pastoral-e-comunicacao/o-comum-digital-as-dimensoes-conectivas-e-o-surgimento-de-um-novo-comunitarismo/, Acessado em 01/07/2016.

FARIAS, Patrícia Silveira de; GOMES, Margarida Mussa Tavares. Virtual e urbano: espaço e esfera pública em contexto digital. Z Cultural: Revista do Programa Avançado de Cultura Contemporânea. Ano X, n. 1, 1º sem. 2015.

GOTTMANN, Jean. A evolução do conceito de território. Boletim Campineiro de Geografia, v. 2, n.3, p. 523-545. 2012.

ISNARD. Hildeber. O espaço geográfico. Coimbra: Almedina, 1982.

LATOUR, Bruno. A Esperança de Pandora. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

LEMOS, André. Espaço, mídia locativa e teoria ator-rede. Galáxia, São Paulo, Online, n. 25, p.52-65, jun. 2013.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Editora 34, 1993 [3ª ed.].

__________ Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 2010 [3ª ed.].

__________ A conexão planetária: o mercado, o ciberespaço, a consciência. São Paulo: Editora 34, 2001.

MARTINO, Luís Muro Sá. Teoria das médias digitais: linguagens, ambientes, redes. Petrópolis – RJ: Vozes, 2014.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Editora WMF Matins Fontes, 2011 [ 4a ed.].

OLIVEIRA, Rafael Santos de. Ativismo digital e as novas mídias: desafios e oportunidades da cidadania em rede. Disponível em: https://nudiufsm.files.wordpress.com/2011/07/rafael-conpedi-mg.pdf, acessado em 26/06/2006.

ORTEGA, Francisco. Corporeidade e biotecnologias: uma crítica fenomenológica da construção do corpo pelo construtivismo e pela tecnobiomedicina. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v, 12 (2), p. 381-382, 2007

ORTEGA Y GASSET, José. O homem e a gente: intercomunicação humana. Rio de Janeiro: Livro Ibero-Americano, 1973 [ 2a ed.].

_______________________ A rebelião das massas. São Paulo: Martins Fontes, 2007 [3ª ed.].

ROZA, Erick André. Net-ativismo: comunicação e mobilização em contextos reticulares. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa em Comunicação). Escola de Comunicação de Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

RÜDIGER, Francisco. Breve história do pós-humanismo: Elementos de genealogia e criticismo. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (e-compos), p. 1-17, 2007. Disponível em:http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/145/146. Acessado em 02/07/2016.

SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico-científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1994.

______________ A natureza do espaço: espaço e técnica, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

______________ Da totalidade ao Lugar. São Paulo: EDUSP, 2005.

______________ Por uma outra globalização. Rio de Janeiro - São Paulo: Record, 2000.

SARTRE, Jean-Paul. Crítica de la razón dialectica. Buenos Aires: Losada, 1995 [4ª ed.]

SENNET, Richard. Carne e pedra: o corpo e a cidade na civilização ocidental. Rio de Janeiro: BestBolso, 2014.

SILVEIRA, Sérgio Amadeu. Novas dimensões da política: protocolos e códigos na esfera pública interconectada. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, vol. 17, n. 34, out. 2009, p. 103-113.

______________ Ciberativismo, cultura hacker e o individualismo colaborativo. Revista USP, São Paulo, n. 86, p. 28-39, ju./ago. 2010.

SORJ, Bernardo. Brasil@povo.com: a luta contra a desigualdade na Sociedade da Informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora: Brasília, DF: Unesco, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.120261

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Marcos Antonio de Moraes Xavier

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

GEOUSP: Espaço e Tempo (Online)
ISSN 2179-0892
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
geouspusp.br / www.geografia.fflch.usp.br