Geografia da modernidade e geografia da pós-modernidade

  • Amalia Inés Geraiges de Lemos Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia
Palavras-chave: Geografia, modernidade, pós-modernidade, ciência, hermenêutica

Resumo

Este trabalho refere-se aos diferentes enfoques epistemológicos que a Geografia assume nestes dois momentos civilizatórios. Parte-se desde os paradigmas impostos pela filosofia positivista e as formas de análise teóricos que se exigiam da Geografia (sr universal e geral em seus conteúdos), até os novos enfoques da relação sujeito-objeto, que admitem o único e o excepcional. A aproximação do sujeito e do objeto permite pluralidades de enfoques e também de interpretações, ao que se dá por denominação de ciência pós-moderna. Ao longo da exposição do trabalho procura-se ver os estudos geográficos inseridos numa visão hermenêutica e aceitando novas interpretações entre o local e a totalidade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amalia Inés Geraiges de Lemos, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Geografia
Professora Titular do Departamento de Geografia da FFLCH/USP
Publicado
1999-04-24
Como Citar
Lemos, A. (1999). Geografia da modernidade e geografia da pós-modernidade. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (5), 27-39. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.1999.123344
Edição
Seção
Artigos