A geografia das representações: um estudo das paisagens do Parque Nacional da Serra da Canastra - MG

Autores

  • Gelze Serrat S. C. Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2002.123642

Palavras-chave:

Representação do espaço, paisagem, percepção ambiental, parque nacional, Serra da Canastra

Resumo

Este artigo procura fazer uma reflexão a respeito das representações espaciais e das suas relações com a paisagem, buscando utilizar tais conceitos para efetivar uma análise das representações da paisagem do Parque Nacional da Serra da Canastra - MG, por parte de sua população local e turistas, a fim de se compreender quais fatores intervém no processo de percepção ambiental dos dois grupos, bem como de que forma se engendram alguns de seus valores e atitudes concernentes à paisagem do Parque. Tomandose as representações do espaço como um dos referenciais teóricos, investigou-se as leituras dos indivíduos perante a(s) paisagem(s) do Parque Nacional da Serra da Canastra, obtidas em trabalho de campo, por meio de entrevistas e mapas mentais. Com o encaminhamento das análises pondera-se sobre os efeitos do discurso veiculado pela mídia e trade turístico, do processo de sacralização do Parque Nacional e das histórias pessoais sobre as representações dos dois grupos, assim como se faz uma reflexão sobre as contribuições que estudos acerca desse tema podem trazer para a compreensão mais refinada da paisagem

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gelze Serrat S. C. Rodrigues

Geógrafa. Mestre em Ciências pela FFLCH-USP

Downloads

Publicado

2002-12-06

Como Citar

RODRIGUES, G. S. . S. C. A geografia das representações: um estudo das paisagens do Parque Nacional da Serra da Canastra - MG. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 6, n. 1, p. 69-84, 2002. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2002.123642. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/123642. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos