Portal da USP Portal da USP Portal da USP

“A tua mais completa tradução”: uma escola, uma região e uma interlocutora

Saint-Clair Cordeiro Trindade Júnior

Resumo


A Escola Uspiana de Geografia (EUG) tem se destacado, dentre outras razões, por lançar olhares interpretativos sobre diversas regiões brasileiras e sul-americanas, a exemplo do espaço amazônico, ao sistematizar uma compreensão particularizada sobre esta região. No interior dessa escola, vários têm sido os interlocutores que proporcionam um profícuo diálogo entre pesquisadores que estudam a Amazônia e o pensamento geográfico desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP).  Tendo em vista a importância desse pensamento, o presente trabalho busca considerar a contribuição da Professora Sandra Lencioni, uma das mais completas traduções daquilo que se faz e do que se produz no interior da EUG. Tal contribuição é destacada no presente artigo levando em conta tanto a sua produção intelectual, como também as orientações de teses e dissertações, que, à luz dos elementos que configuram o perfil da produção científica do Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da USP, definem uma leitura geográfica sobre o espaço regional amazônico.


Palavras-chave


Universidade de São Paulo, Escola Uspiana de Geografia, Amazônia, Contribuição Intelectual, Sandra Lencioni

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, M. D. B. Dinâmicas econômicas e transformações espaciais: a metrópole de Belém e as cidades médias da Amazônia oriental – Marabá (PA) e Macapá (AP). 2011. 334f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

CARLOS, A. F. A condição espacial. São Paulo: Contexto, 2011.

CONTEL, F. B. Milton Santos. In: PERICÁS, L. B.; SECCO, L. (Orgs.). Intérpretes do Brasil: clássicos, rebeldes e renegados. São Paulo, Boitempo, 2014. p. 393-409.

COSTA, G. K. G. A Amazônia ribeirinha e as políticas de desenvolvimento regional: o Baixo Tocantins no contexto da concepção e gestão do Plano Popular de Desenvolvimento Sustentável da Região à Jusante da UHE Tucuruí (PPDJUS). 2013. 200f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós-Graduação em Geografia, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Pará.

LENCIONI, S. Agricultura e urbanização: a capitalização no campo e a transformação da cidade. Jardinópolis, o estudo de um lugar. 1985. 175f. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

______. Reestruturação urbano-industrial: centralização do capital e desconcentração da metrópole de São Paulo. A indústria têxtil. São Paulo, 1991. 297f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

______. Reestruturação urbano-industrial no Estado de São Paulo: a região da metrópole desconcentrada. Espaço & Debates, São Paulo, n. 38, 1994a, p. 54-61.

_____. Reestruturação urbano-industrial no Estado de São Paulo: a região da metrópole desconcentrada. In: SANTOS, M. et alii (Orgs.). Território: globalização e fragmentação. São Paulo: Hucitec, 1994b. p.198-210.

_____. Reestruturação. Uma noção fundamental para o estudo das transformações e dinâmicas metropolitanas. In: ENCUENTRO DE GEOGRAFOS DE AMERICA LATINA, 6, Buenos Aires. Actas... Buenos Aires: Universidad de Buenos Aires, 1997. 1 CD-ROM.

_____. Região e geografia. São Paulo: EDUSP, 1999.

_____. Uma nova determinação do urbano: o desenvolvimento do processo de metropolização do espaço. In: LEMOS, A. I. G.; CARLOS, A. F. A. (Orgs.). Dilemas urbanos: novas abordagens sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2003a. p. 35-44.

_____. Cisão territorial da indústria e integração regional no Estado de São Paulo. GONÇALVES, M. F.; BRANDÃO, C. A.; GALVÃO, A. C. (Orgs.). Regiões e cidades, cidades nas regiões: o desafio urbano-regional. São Paulo: Unesp, 2003b. p. 465-475.

_____. Memorial. 2004, 72f. Memorial Acadêmico (Concurso para Professor Titular) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciência Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004a, Secção I.

_____. O processo de metropolização do espaço: uma nova maneira de falar da relação entre metropolização e regionalização. In: SCHIFFER, S. (Org.). Globalização e estrutura urbana. São Paulo: Hucitec, FAPESP, 2004b. p. 153-165.

_____. Novos rumos e tendências da urbanização e a industrialização no estado de São Paulo. In: LIMONAD, E.; HAESBAERT, R.; MOREIRA, R. (Orgs.). Brasil Século XXI: por uma nova regionalização? Rio de Janeiro: Max Limonad, 2004c. p. 67-77.

_____. Da cidade e sua região à cidade-região. In: LIMA, L. C.; ELIAS, D.; SILVA, J. B. (Org.). Panorama da geografia brasileira I. São Paulo: Annablume, 2006a. v. I. p. 65-76.

_____. Reconhecendo metrópoles: território e sociedade. In: SILVA, C. A.; FREIRE, D. G. F.; OLIVEIRA, F. G. (Orgs.). Metrópole: governo, sociedade e território. Rio de Janeiro: DP&A, 2006b. p. 41-58.

_____. Regiões metropolitanas do Brasil: radiografia da dinâmica recente do emprego industrial e da remuneração do trabalhador. In: LEMOS, A. I. G.; ARROYO, M.; SILVEIRA, M. L. (Org.). América Latina: cidade, campo e turismo. Buenos Aires: CLACSO, 2006c. p. 107-118.

_____. Condições gerais de produção: um conceito a ser recuperado para a compreensão das desigualdades de desenvolvimento regional. Scripta Nova: revista electrónica de geografia y ciências sociales, Barcelona, v. XI, n. 245 (07), p.1-15, ago. 2007.

_____. Concentração e centralização das atividades urbanas: uma perspectiva multiescalar. Reflexões a partir do caso de São Paulo. Revista de Geografía Norte Grande, v. 39, p. 7-20, 2008.

_____. Condomínios industriais: um novo nicho dos negócios imobiliários. In: PEREIRA, P. C. X. (Org.). Negócios imobiliários e transformações sócio-territoriais em cidades da América Latina. São Paulo: Paim, 2011. p.185-198.

_____. Acumulação primitiva: um processo atuante na sociedade contemporânea. Confins, Paris, v. 14, p. 1-17, 2012.

_____. Habitação ribeirinha na Amazônia. São Paulo: Museu da Casa Brasileira, 2013a.

_____. LENCIONI, S. Metropolização do espaço: processos e dinâmicas. In: FERREIRA, A.; Rua, J.; MARAFON, G. J.; SILVA, A. C. P. (Orgs.). Metropolização do espaço: gestão territorial e relações urbano-rurais. Rio de Janeiro: Consequencia, 2013b, p. 17-34.

_____. Prefácio. In: SOUSA, I. S. A ponte Rio Negro e a reestruturação do espaço na Região Metropolitana de Manaus: um olhar a partir de Iranduba e Manacapuru. Manaus: UEA Edições, 2015.

_____. Prefácio. In: TRINDADE JR., S-C. C. A formação da metrópole belenense (1960-1997). Belém: Paka-Tatu, 2016. (no prelo).

LIMA, M. C. Quando o amanhã vem ontem: a institucionalização da Região Metropolitana de Manaus e a indução ao processo de metropolização do espaço na Amazônia ocidental. 2014. 298f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2014.

MOMBEIG, P. Pioneiros e fazendeiros de São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1984.

MONTEIRO, C. A. F. A geografia no Brasil (1934-1977). São Paulo: IGEOG-USP, 1980.

OLIVEIRA, C. F. F. Água e saneamento básico: a atuação do grupo Suez em Limeira e Manaus. 2007. 233f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia Humana, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2007.

PPGP-USP. Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da Universidade de São Paulo. As linhas de pesquisa. São Paulo: USP, 2016. Disponível em: . Acesso em: 04.01.2016.

SIMONI SANTOS, C. A fronteira urbana: urbanização, industrialização e mercado imobiliário no Brasil. São Paulo, Annablume, 2015.

SILVA, J. B. França e a Escola Brasileira de Geografia: verso e reverso. Fortaleza: edições UFC, 2012.

SOUSA, I. S. A ponte Rio Negro e a Região Metropolitana de Manaus: adequações no espaço urbano-regional à reprodução do capital. 2013. 249f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

SUZUKI, J. C. De povoado a cidade: a transição do rural ao urbano em Rondonópolis. 1997. 226f. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.

TRINDADE JR., S-C. C. A cidade dispersa: os novos espaços de assentamentos em Belém e a reestruturação metropolitana. 1998. 395f. Tese (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 1998.

USP. Universidade de São Paulo. Biblioteca digital de teses e dissertações. São Paulo: USP, 2016. Disponível em: . Acesso: abr. 2015 a jan. 2016.

VALLE, G. J. T. A cidade do esquecimento: Manaus entre a memória das ausências e as ausências da memória. 2013. 286f. Tese. (Doutorado em Geografia Humana) – Departamento de Geografia Humana, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.123849

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Saint-Clair Cordeiro Trindade Júnior

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

GEOUSP: Espaço e Tempo (Online)
ISSN 2179-0892
Departamento de Geografia - FFLCH - USP
geouspusp.br / www.geografia.fflch.usp.br