Dinâmica do uso e ocupação da terra na área de proteção ambiental “cuesta” – perímetro Botucatu, SP entre 2000 e 2016

Palavras-chave: sensoriamento remoto, APP, uso da terra, gestão ambiental, matriz de transição

Resumo

Esta pesquisa analisou a dinâmica do uso da terra na Área de Proteção Ambiental (APA) Corumbataí-Botucatu-Tejupá (Perímetro Botucatu), conhecida como APA “Cuesta” ou APA Botucatu, dos anos de 2000, 2005, 2010 e 2016 por meio de matrizes de transição. Em todo o período estudado as culturas anuais e silvicultura cresceram de forma contínua, enquanto a pastagem manteve-se como ocupação majoritária, porém, decrescendo continuamente, havendo forte transição entre ambientes pastoris e florestais. A área de preservação ambiental (APP) em 2016 apresentou predomínio de floresta (71,43%) e pastagem (26,57%). Evidencia-se a necessidade de ações de gestão ambiental como recuperação da mata ciliar e acompanhamento do avanço de ocupações produtivas sobre recursos naturais para assegurar a sustentabilidade da APA e a segurança hídrica e ambiental da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cesar de Oliveira Ferreira Silva, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” - UNESP, Engenheiro Ambiental pela Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” - UNESP.

Rodrigo Lilla Manzione, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" – UNESP

Graduação em Agronomia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1999), mestrado em Agronomia (Energia na Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002), ambos na Faculdade de Ciência Agronômicas (FCA), Campus de Botucatu, doutorado em sensoriamento remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2007) em São José dos Campos, e livre docência em Hidrogeografia e Agrometeorologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2016) em Ourinhos.

Referências

ALBUQUERQUE FILHO, J. L.; CARVALHO, A. M.; BARBOSA, M. C.; IKEMATSU, P.; FREITAS, C. G. L.; MONTEIRO, A. C. M. C.; IRITANI, M.; PRESSINOTTI, M. M. N.; ROCHA, G., TAKASHI; SILVA, M. P. M.; KOVACS, A.; CAMARGO, G. G. Subsídios ao Plano de Desenvolvimento e Proteção Ambiental da área de afloramento do Sistema Aquífero Guarani no Estado de São Paulo. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas, 2011. 102 p.

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, J.L.M.; SPAROVEK, G. Köppen's climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift. Berlim, v. 22, n. 6, p. 711-728, 2013.

BRASIL (GOVERNO DO BRASIL). Lei Federal Nº 12.651, de 25 de Maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 196. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Poder Legislativo, Brasília, 28 mai. 2012.

BRASIL (GOVERNO DO BRASIL). Lei Federal Nº 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Poder Legislativo, Brasília, 19 jul. 2000.

CAMPOS, P. B. R.; QUEIROZ FILHO, A. P. Matriz de transição na detecção das mudanças do uso e ocupação do solo: estudo de caso do Centro Educacional Unificado da Paz – Zona Norte de São Paulo. Raega - O Espaço Geográfico em Análise. Curitiba, v. 42, p. 225-238, 2017.

CAMPOS, S.; CAMPOS, M.; NARDINI, R.C.; RODRIGUES, B.T.; RODRIGUES, M.T.; TAGLIARINI, F.S.N.; TRAFICANTE, D.P. Geotecnologia aplicada na obtenção das subclasses de capacidade de uso das terras de uma microbacia, visando a conservação dos recursos naturais. Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas. Tupã, v. 10, n. 3, p. 339-348, 2016.

CAMPOS, S.; SILVEIRA, G. R. P. ; GARCIA, Y. M. ; CAMPOS, M. ; CAMPOS, M. . Técnicas de geoprocessamento na caracterização de APPs numa mcrobacia, em função da legislação ambiental. Energia na Agricultura. Botucatu, v. 32, p. 184-188, 2017.

CARREGA, E. F. B.; CAMPOS, S.; NARDINI, R. C.; GARCIA, Y. M.; FELIPE, A. C. Diagnóstico de potencialidade das unidades ambientais da bacia do Rio Capivara, Botucatu (SP). Caminhos da Geografia. São Paulo, v. 16, n. 53, p. 1-14, 2015.

COELHO, V. H. R.; MONTENEGRO, S. M. G. L.; ALMEIDA, C. N.; LIMA, E. R. V.; RIBEIRO NETO, A.; MOURA, G. S. S. Dinâmica do uso e ocupação do solo em uma bacia hidrográfica do semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande, v. 18, p. 64-72, 2014.

FFLORESTAL (FUNDAÇÃO FLORESTAL DO ESTADO DE SÃO PAULO). Plano de Manejo da APA Corumbataí, Botucatu e Tejupá – Perímetro Botucatu – Volume II. São Paulo: Secretaria de Meio Ambiente, 2011. 354 p.

FIGUEIROA, J. C. Conto, canto e encanto com a minha história: Botucatu cidade dos bons ares e das boas escolas. São Paulo: Editora Noovha América, 2007.

GAO, J.; ZHA, Y.; NI, S. Assessment of the effectiveness of desertification rehabilitation measures in Yulin, northwestern China using remote sensing. International Journal of Remote Sensing. Amsterdã, v. 22, p. 3783-3795, 2001.

INPE (INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS). Canasat - Mapeamento da cana via imagens de satélite de observação da Terra. 2013. Disponível em <http://www.dsr.inpe.br/laf/canasat/index.html>. Acesso 15 mai. de 2018.

INTERGOVERNAMENTAL PAINEL CLIMATE CHANGE. IPCC. Good Practice

Guidance for Land Use, Land-Use Change and Forestry. Hayama: IGES, 2003.

LIU W.T. H. Aplicações de sensoriamento remoto. Campo Grande: UNIDERP, 2007.

LOPES, F.; MIELNICZUK, J.; OLIVEIRA, E. S.; TORNQUIST, C. G. Evolução do uso do solo em uma área piloto da região de Vacaria, RS. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande, v.14, p. 1038-1044, 2010.

MACEDO, R. C.; ALMEIDA, C. M.; SANTOS, J. R.; RUDORFF, B. F. T. Modelagem dinâmica espacial das alterações de cobertura e uso da terra relacionadas à expansão canavieira. Boletim Ciências Geodésicas. Rio de Janeiro, v. 19, n. 2, p. 313-337, 2013.

MAPBIOMAS. Coleções MapBiomas. Disponível em <http://mapbiomas.org/pages/database/ mapbiomas_collection>. Acesso 15 mai. 2018.

MEDEIROS, G. A.; MARQUES, B. V.; FENGLER, F. H.; MACHADO, F. H.; MORAES, J. F. L.; PECHE FILHO, A.; LONGO, R. M. ; RIBEIRO, A. I. Environmental assessment using landscape analysis methodology: the case of the Jundiaí Mirim river basin, Southeast Brazil. WIT Transactions on Ecology and the Environment. Amsterdã, v. 203, p. 26-36, 2016.

MENDOZA, M. E.; GRANADOS, E. L.; GENELETTI, D.; PÉREZ-SALICRUP, D. R.; SALINAS, V. Analysing land cover and land use change process at watershed level: A multitemporal study in the Lake Cuitzeo Watershed, Mexico (1975-2003). Applied Geography. Amsterdã, v.31, p. 237-350, 2011.

PANG, A.; LI, C.; WANG, X.; HU, J. Land use/cover change in response to driving forces of Zoige County, China. Procedia Environmental Sciences. Amsterdã, v.2, p. 1074-1082, 2010.

POLLO, R. A. Mapeamento do Zoneamento da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Paraiso, São Manuel-SP, visando o Planejamento e Gestão Ambiental. 2017. 145 f. (Tese de Doutorado em Agronomia – Energia na Agricultura) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2017.

PONZONI, F. J.; REZENDE, A. C. P. Influência da resolução espacial de imagens orbitais na identificação de elementos da paisagem em Altamira-PA. Revista Árvore. Viçosa, v. 26, n. 4, p. 403-410, 2002.

REISSLER, J.; MANZIONE, R. L. Classificação do uso do solo em área de afloramento do Sistema Aquífero Guarani entre 2002 e 2011: o caso da bacia do Ribeirão do Jacú, Tejupá/SP. Águas Subterrâneas. São Paulo, v. 30, p. 172-189, 2016.

RODRIGUES, V. A. Avaliação dos processos hidrológicos em microbacias hidrográficas. 2014. 125 f. Tese (Livre Docência) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2014.

RODRIGUES, V. A.; CARDOSO, L. G.; POLLO, R. A. Caracterização Morfológica de Microbacia na Cuesta de Botucatu - São Paulo - Brasil. Irriga. Botucatu, v. 1, p. 211-220, 2015.

ROMERO-RUIZ, M. H.; FLANTUA, S. G. A.; TANSEY, K.; BERRIO, J. C. Landscape transformation in savannas of northern South America: Land use/cover changes since 1987 in the Llanos Orientales of Colombia. Applied Geography. Amsterdã, v.32, p. 766- 776, 2012.

SANTOS, J. B.; PEZZONI FILHO, J. C.; DANTAS, M. J. F.; ZIMBACK, C. R. L.; LESSA, L. G. F. Avaliação da adequação da ocupação do solo em áreas de preservação permanente (APPs). Irriga. Botucatu, v. 19, n. 2, p. 333-344, 2014.

SICAR. Cadastro Ambiental Rural. Disponível em <http://www.car.gov.br/publico/municipios/downloads>. Acesso 15 mai. 2018.

SOS MATA ATLÂNTICA. Atlas de Remanescentes Florestais da Mata Atlântica. Disponível em <http://mapas.sosma.org.br/>. Acesso 15 mai. 2018.

TRAFICANTE, D. P.; CAMPOS, S.; MANZIONE, R. L.; RODRIGUES, B. T. Fragilidade ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Capivara, Botucatu-SP. Energia na Agricultura. Botucatu, v. 32, p. 25-40, 2017.

ZIMBACK, C. R. L. A Geologia do Município de Botucatu, In: SILVA, R. B.; ORSI, A. C.; CHINELATO, F. C. S. Lavapés, Água e Vida: nos caminhos da educação ambiental, 1ª ed., Botucatu: SABESP, 2008. 216 p.

Publicado
2019-03-15
Como Citar
de Oliveira Ferreira Silva, C., & Lilla Manzione, R. (2019). Dinâmica do uso e ocupação da terra na área de proteção ambiental “cuesta” – perímetro Botucatu, SP entre 2000 e 2016. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), 23(1), 198-214. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2019.147582
Seção
Artigos