Uma cidade e três centros: o caso de Marabá (PA)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.161465

Palavras-chave:

Marabá, Centro, Centralidade, Espaço, Intraurbano

Resumo

Este artigo analisa, por meio da funcionalidade dos equipamentos urbanos e do uso do solo, o que confere a condição de três áreas centrais na cidade de Marabá-PA – a Marabá Pioneira, a Nova Marabá e a Cidade Nova. A abordagem metodológica vale-se dos conceitos de centro e centralidade urbana. Ainda que possam gerar ambi- guidades ou mesmo sugerir equivalência, esses dois elementos conceituais estrutu- radores da cidade não podem ser confundidos, pois a condição matricial do centro é a localização, enquanto a centralidade é condicionada pela variação. O centro é sustentado pela centralidade, que é fugaz e móvel; pode abrigar-se em outra área que melhor o atenda, sobretudo num momento de globalização planetária, produ- zindo outra área central. Nesse caso, a égide do movimento é o fator econômico, seja de caráter moderno ou tradicional. Quanto à metodologia operacional, fizeram- -se registros fotográficos e entrevistas semiestruturadas com 90 indivíduos em cada centro, e os resultados apontaram justamente três centros consolidados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Emilio Costa Silva, Universidade Estadual do Pará

É atualmente professor Assistente I do curso de Geografia da Universidade do Estado do Pará. É doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO-UFPA). É Mestre em Geografia (PPGEO-UFPA, 2011). Atua na área de Geografia Humana com ênfase em Espaço urbano. É líder do grupo de pesquisa GEOPURB (Grupo de Pesquisa do Pará Urbano). 

Referências

BECKER, B. Amazônia. São Paulo: Ática, 1990.
BEAUJEU-GANIER, J. & CHABOT, G. O tratado de Geografia Urbana. Barcelona: Editorial Vicens Vives, 1970.
CAMAGNI, R. Economia urbana. Barcelona: Antônio Bosch S/A. 2005.
CARLOS, A. F. A. Espaço-tempo na metrópole: a fragmentação da vida cotidiana. São Paulo: Contexto, 2001.
CORRÊA, R. L. O espaço urbano. São Paulo: Editora Ática, 1989.
COSTA, E. B. da. Intervenções em centros urbanos no período da globalização. Revista Cidades. (Presidente Prudente- SP), v 9. n 16. p. 86-117, 2011.
GOTTDIENER, M. A Produção Social do Espaço Urbano. 2 ed. São Paulo: Edusp, 2010.
HARVEY, D. Justiça social e a cidade. 2 ed. São Paulo: Annablume, 1973. (Tradução Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves).
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2010.
LEFEBVRE, H. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática. 1991. (Tradução Alcides João de Barros).
LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora UFMG. 1999. (Tradução Sergio Martins).
LEFEBVRE, H. La producción del espacio. Madri: Capitán Swing. 2013.
MARAFON, G. J. O Espaço Urbano: A abordagem da Escola de Chicago e da Escola Marxista. Ciência e Natura, Santa Maria, 18: 149 -181, 1996.
SALGUEIRO, T. B. Do centro às centralidades múltiplas. In: FERNANDES, J. A. V. R.; SPÓSITO, M. E. B. A nova vida do velho centro nas cidades portuguesas e brasileiras. Faculdade de Letras da Universidade do Porto / CEGOT. 2012.
SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo: razão e emoção. 2 ed. São Paulo: Edusp, 2008.
SANTOS, M. O Centro da cidade do Salvador: Estudo de Geografia Urbana. 2 ed. São Paulo: Edusp, 2012.
SMITH, N. Desenvolvimento Desigual. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil S.A. 1988.
SILVA, M. E. C. Paisagem e lugar na Amazônia produzidos pela globalização: uma análise a partir das empresas de fast food nos bairros de Nazaré e Umarizal, Belém-PA. 137 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011.
SOUZA, M. L. Os Conceitos Fundamentais da Pesquisa Socioespacial. Rio de Janeiro: Bertrand. 2013.
SOUZA, M. L. ABC do desenvolvimento urbano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.
SPÓSITO, M. E. B. A Gestão do Território e as diferentes escalas da centralidade urbana. II Encontro Nacional da ANPEGE. Rio de Janeiro, 1997.
SPÓSITO, M. E. B. Segregação socioespacial e Centralidade urbana. et al: VASCONCELOS, P. A. A Cidade Contemporânea: Segregação espacial. São Paulo: Contexto, 2013.
SPÓSITO, M. E. B. Configurações espaciais urbanas. In: SPOSITO, E. S. Glossário de Geografia Humana e Econômica. São Paulo: Editora Unesp, 2017.
TEODÓSIO, A. dos S. de S. “Escola de Chicago: heranças para o pensamento social contemporâneo sobre as cidades”. XI Congresso Brasileiro de Sociologia 1 a 5 de setembro de 2003, UNICAMP, Campinas, SP.
TOURINHO, H. L. Z. Estrutura Urbana de Cidades Médias Amazônicas: Análise considerando a articulação das escalas interurbana e intraurbana. 2011. 576 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal de Pernambuco.
VILLAÇA, F. Espaço intra-urbano no Brasil. 2 ed. São Paulo: FAPESP, 2001.
WHITACKER, A. M. Centralidade intraurbana e morfologia em cidades médias: transformações e permanências. In. XI Seminário Internacional RU (Red Iberoamericana de Investigadores sobre Globalización y Território) & IV Taller Rier (Red Iberoamericana de Editores de revistas). Mendonza, Argentina. 2010.
WHITACKER, A. M. O estudo das formas da cidade no âmbito da Geografia Urbana. Apontamentos metodológicos. et al: MIYAZAKI, V. (2012). Revista de Geografia e Ordenamento do Território, n.º 2 (Dezembro). Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território. Pág. 307 a 327.
WHITACKER, A. M. O centro Principal nas Cidades Policêntricas: uma discussão conceitual a partir da análise de Presidente Prudente-SP. In: FERREIRA, H. M. Anais XI Encontro Nacional de Pós-Graduação em Geografia (ENANPEGE), 2015.
WHITACKER, A. Centro da cidade: consolidação e expansão. In: MAIA, D. S.; SILVA, W. R.; WHITACKER, A. M. (orgs.). Centro e centralidade em cidades médias. São Paulo: Unesp –Cultura Acadêmica, p. 179-198. 2017.
YOSCHIOKA, H. Avaliação de implantação de um núcleo urbano em área na Amazônia: o exemplo de Nova Marabá, Pará. 1986. 275 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Faculdade de Filosofia, Letras Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, 1986.

Publicado

2020-07-01

Como Citar

SILVA, M. E. C. Uma cidade e três centros: o caso de Marabá (PA). GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 24, n. 2, p. 262-278, 2020. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.161465. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/161465. Acesso em: 26 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos