Estado da arte das questões socioambientais urbanas nos eventos científicos da Geografia brasileira (2008-2017)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.162024

Palavras-chave:

Questões socioambientais urbanas, Eventos científicos, Estado da arte

Resumo

Este artigo analisa o estado da arte das questões socioambientais urbanas em eventos científicos da Geografia brasileira selecionados: Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica e Simpósio Nacional de Geomorfologia. Sistematizou-se a produção científica dos referidos eventos com base no método da análise de conteúdo. Sete enfoques temáticos ganham realce no atual estado do conhecimento: (i) riscos e vulne- rabilidades socioambientais, (ii) degradação dos recursos hídricos, (iii) qualidade socioambiental urbana, (iv) conflitos socioambientais urbanos, (v) eventos pluviais extremos, (vi) resíduos sólidos urbanos e (vii) ambiente urbano e saúde. Entre outras particularidades e tendências, destacam-se: (i) prevalência de pesquisas em municípios de porte populacional médio-grande, (ii) predomínio de pesquisas nas escalas da zona urbana, bairro e bacia hidrográfica, (iii) diversidade da forma- ção acadêmica dos pesquisadores e (iv) concentração da produção científica no Sudeste do Brasil, seguida pelas regiões Nordeste, Sul, Centro-Oeste e Norte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Jonh Lennon Tavares da Silva, Universidade Federal do Piauí

Graduado em Geografia (Universidade Federal do Piauí, 2016). Mestre em Geografia (PPGGEO/UFPI, 2019). 

Cláudia Maria Sabóia de Aquino, Universidade Federal do Piauí

Professora Adjunta da Universidade Federal do Piauí.

Referências

ABREU, M. A. Estudo geográfico da cidade no Brasil: evolução e avaliação (contribuição à história do pensamento geográfico brasileiro). Revista Brasileira de Geografia, v. 56, n. 1-4, p. 21-122, jan./dez., 1994.
ALMEIDA, L. Q. Riscos ambientais e vulnerabilidades nas cidades brasileiras: conceitos, metodologias e aplicações. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.
BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.
BUZAI, G. D. Geografía global: el paradigma geotecnológico y el espacio interdisciplinario en la interpretación del siglo XXI. Estudios Geográficos, v. 62, n. 245, 2001.
CAVALCANTI, L. S. Para onde estão indo as investigações sobre ensino de geografia no Brasil? Um olhar sobre elementos da pesquisa e do lugar que ela ocupa nesse campo. Boletim Goiano de Geografia, v. 36, n. 3, p. 399-419, set./dez. 2016.
CIDADE, L. C. F. Urbanização, ambiente, risco e vulnerabilidade: em busca de uma construção interdisciplinar. Cadernos Metrópole, v. 15, n. 29, p. 171-191, jan./jun., 2013.
COELHO, M. C. N. Impactos ambientais em áreas urbanas: teorias, conceitos e métodos de pesquisa. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. (Org.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.
CORRÊA, R. L. O espaço urbano. São Paulo: Ática, 1989.
GUERRA, A. J. T.; MARÇAL, M. S. (Org.). Geomorfologia ambiental. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.
IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2011a.
______. IBGE cidades. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/>. Acesso em: maio/out., 2018.
MARANDOLA JÚNIOR, E. J. Habitar em risco: mobilidade e vulnerabilidade na experiência metropolitana. 2008. 278 f. Tese (Doutorado em Geografia). Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências. Campinas, 2008.
MENDONÇA, F. Geografia socioambiental. In: MENDONÇA, F.; KOZEL, S. (Org.). Elementos de epistemologia da Geografia contemporânea. Curitiba: Editora da UFPR, 2002. p. 121-144.
______. S. A. U. – Sistema socioambiental urbano: uma abordagem dos problemas socioambientais da cidade. In: MENDONÇA, F. (Org.). Impactos socioambientais urbanos. Curitiba: Editora da UFPR, 2004, p. 185-207.
MONTEIRO, C. A. F. A cidade desencantada – entre fundamentação geográfica e a imaginação artística. In: MENDONÇA, F. (Org.). Impactos socioambientais urbanos. Curitiba: Editora da UFPR, 2004. p. 13-78.
MOROSINI, M. C.; FERNANDES, C. Estado do conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Revista Educação Por Escrito, v. 5, n. 2, p. 154-164, 2014.
PINTO, L. R. A abordagem socioambiental na geografia brasileira: particularidades e tendências. 2015. 199f. Tese (Doutorado em Geografia). Programa de Pós Graduação em Geografia. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.
PORTO-GONÇALVES, C. W. Os (des)caminhos do meio ambiente. 14. ed. São Paulo: Contexto, 2006.
RODRIGUES, A. M. Produção e consumo do e no espaço: problemática ambiental urbana. São Paulo: Hucitec, 1998.
SANTOS, J. O. Fragilidade e riscos socioambientais em Fortaleza – CE. Fortaleza: Impressa Universitária, 2016.
SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: HUCITEC, 1993.
SBCG. Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, 8., Alto Caparaó, MG, 2008. Anais [...]. Alto Caparaó, MG, 2008. Disponível em: <http://www.abclima.ggf.br/publicacoes.php>. Acesso em: mar., 2017.
______. 9., Fortaleza, CE, 2010. Anais [...]. Fortaleza, 2010. Disponível em: <http://www.abclima.ggf.br/publicacoes.php>. Acesso em: mar., 2017.
______. 10., Manaus, AM, 2012. Anais [...]. Manaus, 2012. Disponível em: <http://www.abclima.ggf.br/publicacoes.php>. Acesso em: mar., 2017.
______. 11., Curitiba, PR, 2014. Anais [...]. Curitiba, 2014. Disponível em: <http://www.abclima.ggf.br/publicacoes.php>. Acesso em: mar., 2017.
______. 12., Goiânia, GO, 2016. Anais [...]. Goiânia, 2016. Disponível em: <http://www.abclima.ggf.br/publicacoes.php>. Acesso em: mar., 2017.
SBGFA. Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 13., Viçosa, MG, 2009. Anais [...]. (Impresso). Viçosa, MG, 2009.
______. 14., Dourados, MS, 2011. Anais [...]. (CD-ROM). Dourados, 2011.
______. 15., Vitória, ES, 2013. Anais [...]. (CD-ROM). Vitória, 2013.
______. 16., Teresina, PI, 2015. Anais [...]. (CD-ROM). Teresina, 2015.
______. 17., Campinas, SP, 2017. Anais [...]. Campinas, 2017. Disponível em: <https://ocs.ige.unicamp.br/ojs/sbgfa>. Acesso em: jan., 2018.
SINAGEO. Simpósio Nacional de Geomorfologia, 7., Belo Horizonte, MG, 2008. Anais [...]. Belo Horizonte, 2008. Disponível em: <http://lsie.unb.br/ugb/sinageos>. Acesso em: mar., 2017.
______. 8., Recife, PE, 2010. Anais [...]. Recife, 2010. Disponível em: <http://lsie.unb.br/ugb/sinageos>. Acesso em: mar., 2017.
______. 9., Rio de Janeiro, RJ, 2012. Anais [...]. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: <http://lsie.unb.br/ugb/sinageos>. Acesso em: mar., 2017.
______. 10., Manaus, AM, 2014. Anais [...]. Manaus, 2014. Disponível em: <http://lsie.unb.br/ugb/sinageos>. Acesso em: mar., 2017.
______. 11., Maringá, PR, 2016. Anais [...]. Maringá, 2016. Disponível em: <http://lsie.unb.br/ugb/sinageos>. Acesso em: mar., 2017.
SPOSITO, M. E. B. O embate entre as questões ambientais e sociais no urbano. In: CARLOS, A. F. A.; LEMOS, A. I. G. (Org.). Dilemas urbanos: novas abordagens sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2003.
VENTURI, L. A. B. O papel da técnica no processo de produção científica. In: VENTURI, L. A. B. (Org.). Praticando Geografia: técnicas de campo e laboratório. São Paulo: Oficina de Textos, 2005, p. 13-18.

Downloads

Publicado

2020-07-01

Como Citar

SILVA, F. J. L. T. da; AQUINO, C. M. S. de. Estado da arte das questões socioambientais urbanas nos eventos científicos da Geografia brasileira (2008-2017). GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 24, n. 2, p. 317-339, 2020. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2020.162024. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/162024. Acesso em: 20 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos