PROPOSTA DE PARCELAMENTO E INFRAESTRUTURA EM BACIAS URBANAS: ESTUDO DE CASO - CÓRREGO DO MOINHO, CUIABÁ, MT

  • Peter Zeilhofer Universidade Federal de Mato Grosso
  • Cláudio Santos de Miranda Universidade Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: Geografia Urbana, Planejamento urbano, Microbacias, Mato Grosso, Cuiabá

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar alternativas de ocupação urbana que possam reverter o processo de crescente degradação da rede hidrográfica e suas áreas marginais, expostas no caso do Córrego do Moinho, Cuiabá, Mato Grosso. Através da avaliação da magnitude e da distribuição espacial dos impactos socioambientais, foram formuladas propostas de ocupação do solo e gestão dos sistemas de infraestrutura. Essas alternativas partiram da premissa de parcelamento do solo que se articula com o meio físico das microbacias hidrográficas locais. As unidades de bairros passam a ser configuradas como unidades de microbacias, que passam a estar vinculados à comunidades específicas e não a um universo disperso e heterogêneo de comunidades poluidoras. Nesse contexto procurou-se o resgate da paisagem hidrográfica da região através da orientação das atividades de lazer e dos equipamentos comunitários para os corredores verdes adjacentes às áreas de preservação permanente dos córregos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Peter Zeilhofer, Universidade Federal de Mato Grosso
Prof. Dr. do Departamento de Geografia, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
Cláudio Santos de Miranda, Universidade Federal de Mato Grosso
Prof. M.sc. do Departamento de Arquitetura, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
Publicado
2012-08-30
Como Citar
Zeilhofer, P., & Miranda, C. (2012). PROPOSTA DE PARCELAMENTO E INFRAESTRUTURA EM BACIAS URBANAS: ESTUDO DE CASO - CÓRREGO DO MOINHO, CUIABÁ, MT. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (31), 37-53. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2012.74251
Seção
Artigos