MÚLTIPLOS PADRÕES TERRITORIAIS PARA A GOVERNANÇA DO TRÁFICO DE DROGAS NO RIO DE JANEIRO

  • Rodrigo Ramos Hospodar Felippe Valverde Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Governança, Território, Tráfico de drogas, Rio de Janeiro

Resumo

Esse artigo investiga a hipótese de como as mudanças nas conexões entre o comércio varejista e atacadista de drogas podem ser decisivas para entender a recente crise de violência urbana na cidade do Rio de Janeiro. Acreditamos que as dimensões territoriais do tráfico de drogas seriam melhor reconhecidas através de uma perspectiva social e corporativa, na qual os julgamentos ideológicos seriam derivados das suas observações, ao invés do contrário. A aplicação do conceito de governança pode revelar o processo: admite-se que os territórios da violência seriam produzidos pelas interações conflituosas entre diferentes atores sociais, redefinindo as condições aceitáveis para a existência do tráfico de drogas no Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Ramos Hospodar Felippe Valverde, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo
Publicado
2013-04-30
Como Citar
Valverde, R. (2013). MÚLTIPLOS PADRÕES TERRITORIAIS PARA A GOVERNANÇA DO TRÁFICO DE DROGAS NO RIO DE JANEIRO. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (33), 03-15. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74298
Seção
Artigos