IMPACTOS DA CONVERSÃO DE USO E MANEJO DO SOLO DO CERRADO UTILIZANDO DADOS DE CARBONO TOTAL E ISOTÓPICO

  • Thalita Mendes Resende Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Vania Rosolen Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Palavras-chave: Cerrado, Carbono total e isotópico, Matéria orgânica do solo, Qualidade do solo, Uso e manejo da terra.

Resumo

A mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba recoberta originalmente pela vegetação de Cerrado vem sendo fortemente desmatada por ser uma área pioneira de expansão do agronegócio. Dentre as várias modificações ambientais relacionadas ao desmatamento destacam-se a erosão e os desequilíbrios nos estoques e na natureza das fontes de carbono. Resultados das análises de carbono total (Ctotal) e carbono isotópico de quatro categorias de uso – remanescente de cerrado arbóreo, rotação de soja e milho em sistema de plantio direto, pastagem manejada e pastagem degradada – revelaram que a conversão de uso e manejo provocaram mudanças importantes na natureza e no teordo carbono do solo. Os resultados apresentados podem podem servir como importantes indicadores de impactos ambientais quando ecossistemas naturais são convertidos em sistemas agropecuários sem adoção de manejo adequado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thalita Mendes Resende, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
Vania Rosolen, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Profa. Dra. do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
Publicado
2013-04-30
Como Citar
Resende, T., & Rosolen, V. (2013). IMPACTOS DA CONVERSÃO DE USO E MANEJO DO SOLO DO CERRADO UTILIZANDO DADOS DE CARBONO TOTAL E ISOTÓPICO. GEOUSP Espaço E Tempo (Online), (33), 39-52. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2013.74300
Seção
Artigos