[1]
G. Perpetua e A. Thomaz Junior, “Pilhagem territorial, precarização do trabalho e degradação do sujeito que trabalha: reflexões a partir da produção de celulose no Brasi”l, GEOUSP (Online), vol. 23, nº 1, p. 124-143, mar. 2019.