O USO DO CIM (CITY INFORMATION MODELING) PARA GERAÇÃO DE IMPLANTAÇÃO EM CONJUNTOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO

  • José Nuno Beirão Universidade de Lisboa, UL
  • Leticia Teixeira Mendes Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Gabriela Celani Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP
Palavras-chave: Modelagem paramétrica, City Information Modeling, Habitação de Interesse Social

Resumo

A questão da habitação e os paradigmas que envolvem o habitar humano na contemporaneidade têm sido uma temática recorrente no panorama arquitetônico do século XXI; assim, torna-se necessário entendê-los como elementos fundamentais na estruturação das cidades. Essa problemática se intensifica ao analisarmos o tema da habitação de interesse social (HIS) e seu impacto na qualidade de vida dos habitantes, e como consequência, das cidades brasileiras. O presente trabalho é parte dos resultados de uma pesquisa de doutorado que utilizou o formalismo da gramática da forma e a abordagem da modelagem paramétrica como métodos para a geração de espaços públicos em conjuntos de HIS no Brasil, assumindo que essa metodologia pode contribuir para uma exploração mais ampla e aprofundada de diferentes soluções projetuais. A fim de testar o método proposto foram organizados três workshops com alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Estadual de Campinas. Cada workshop foi direcionado para diferentes escalas do projeto de um conjunto habitacional: (1) desenho urbano, (2) implantação urbana do conjunto habitacional e (3) relação entre os edifícios e os espaços externos. Este artigo apresentará os resultados obtidos no workshop (1), denominado Parametric Urban Design.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-11-06
Como Citar
Beirão, J., Mendes, L., & Celani, G. (2015). O USO DO CIM (CITY INFORMATION MODELING) PARA GERAÇÃO DE IMPLANTAÇÃO EM CONJUNTOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO. Gestão & Tecnologia De Projetos, 10(2), 101-112. https://doi.org/10.11606/gtp.v10i2.102564
Seção
Artigos