Estratégias para ensino de orçamentação com adoção de BIM em ambiente acadêmico

  • Leticia Mattana Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lisiane Ilha Librelotto Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: BIM, ensino, arquitetura, Quantidades

Resumo

Um dos grandes desafios das universidades é a introdução de inovações tecnológicas no processo de ensino-aprendizagem, instruindo alunos a compreender novas técnicas e ferramentas que poderão ser utilizadas na vida profissional. Este artigo descreve estratégias para uma disciplina de gestão do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), através da prática pelo uso de ferramentas BIM (Building Information Modelling), que envolveram o planejamento de projetos e obras, principalmente a orçamentação. Trata-se da disciplina Tecnologia das Edificações IV (TEC IV), da 6ª fase do referido curso. O método foi aplicado nos semestres 2016/1 e 2017/1 e envolveu a simulação do processo produtivo de um jogo chamado LEAPCON Game e, posteriormente, o desenvolvimento de atividades práticas relacionadas ao levantamento de quantidades para orçamentação, usando BIM. Os resultados indicam que a colaboração entre os alunos e a qualidade da modelagem são essenciais para o sucesso do levantamento de quantitativos de modelos BIM, e que a inserção destas ferramentas em ambiente acadêmico é importante para auxiliar na preparação dos futuros profissionais para atuação no mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARQUITETURA E URBANISMO - UFSC. Disciplinas do curso. 2017. Disponível em: < http://www.arq.ufsc.br/gradDisciplinas.php >.

ARANTES, Paula Cristina Fonseca Gonçalves. Lean Construction – Filosofia e metodologias. 2008. Dissertação (Mestrado). Porto, 2008.

AVILA, Antonio Victorino; LIBRELOTTO, Lisiane Ilha; LOPES, Oscar Ciro. Orçamento de Obras - Construção civil. Florianópolis: Universidade do Sul de Santa Catarina: 67 p. 2003.

BAPTISTA, A. R. R. T. G. Utilização de ferramentas BIM no planeamento de trabalhos de construção - estudo de caso. 2015. 83p. (Dissertação de mestrado). Faculdade de engenharia - Departamento de Engenharia Civil, Universidade do Porto, Porto.

BARISON, M. B. Introdução de Modelagem da Informação da Construção (BIM) no currículo - uma contribuição para a formação do projetista. 2015. Universidade de São Paulo, São Paulo.

CAMPESTRINI, Tiago Francisco; GARRIDO, Marlon Camara; MENDES JUNIOR, Ricardo; SCHEER, Sérgio; FREITAS, Maria do Carmo Duarte. Entendendo BIM. Curitiba: 2015.

CAIXA ECONOMICA FEDERAL. Cadernos Caixa - Projeto Padrão casas populares 42 m2. Vitória, 2007. Disponível em: < https://abenc-ba.org.br/wp-content/uploads/2017/04/Modelo-Padr%C3%A3o-de-Casa.pdf >.

CAMARA BRASILEIRA DA INDUSTRIA DA CONSTRUCAO. Implantação do BIM para construtoras e incorporadoras - Parte 1 - Fundamentos BIM (Building Information Modeling). Brasília: 120p. p. 2016.

CHECCUCCI, Érica. Ensino-aprendizagem de BIM nos cursos de graduação em Engenharia Civil e o papel da Expressão Gráfica neste contexto. 2014. 235 (Doutorado). Universidade Federal da Bahia, Salvador.

CELANI, G.; MONTEIRO, A. M. G.; FRANCOJ. M. S.; CALIXTO, V. Integração de tecnologias

CAD/CAE/CAM no ateliê de arquitetura: Uma aplicação no projeto de edifícios

altos. Gestão & Tecnologia de Projetos, São Carlos. v.12 n.1 p29-52 Jan/Abr 2017. http://dx.doi.

org/10.11606/gtp.v12i1.99222

DINIZ, M. D. C. M. Modelagem da informação da construção estudo de caso - Inspetoria da receita federal em Jaguarão/RS. 2013. 262 (Mestrado). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de Brasília, Brasilia, 2013.

EASTMAN, Charles; TEICHOLZ, Paul; SACKS Rafael; LISTON; Kathleen. Manual de BIM: Um guia de modelagem a informação da construção para arquitetos, engenheiros, gerentes, construtores e incorporadores. Porto Alegre: Bookman, 2014. 483 ISBN 978-85-8260-117-4.

FENATO, T. M. Método de modelagem BIM, com o emprego do REVIT®, para a extração de quantitativos para orçamentos com abordagem operacional. 2017. (Dissertação). Universidade Estadual de Londrina. Centro de Tecnologia e Urbanismo. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Saneamento. Londrina, 2017.

FERNANDES, C. A. P. Interoperacionalidade em sistemas de informação. 2014. 130p. (Mestrado). Universidade do Minho, Azurém, Portugal.

GARCIA, D. D. S. Arquitetura performativa: a utilização do Dprofiler para elaboração da forma arquitetônica. 2014. 240p. (Mestrado). Arquitetura e Urb., Universidade de Brasília, Brasília.

GRAPHISOFT. BIMx. 2017. Disponível em: < http://bimx.archicad.com/en/#compare-apps > Acesso em 28/05/2017

JUNIOR, Ricardo Mendes; CLETO, Marcelo Gechee; GARRIDO, Marlon Camara. Levantamento de estudos das interações entre Building Information Modeling (BIM) e Construção Enxuta. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2014.

KAMARDEEN, I. 8D BIM Modelling tool for accident prevention through design. Egbu, C. (Ed) Procs 26th Annual ARCOM Conference, 2010.

KOSKELA, L. Application of the new production philosophy to construction. Stanford, CA: EUA, Center for Integrated Facility Engineering Stanford University (Technical Report No 72). 1992.

LEE, A; WU, S; MARSHALLPONTING, AJ; AOUAD, G; COOPER, R; TAH, JHM; ABBOTT, C e BARRETT, PS. nD Modelling Roadmap - A Vision for nD-Enabled Construction: University of Salford 2005. Disponível em: <http://ndmodelling.scpm.salford.ac.uk>.

MATTANA, L. Contribuição para o ensino de orçamentação com uso de BIM no levantamento de quantitativos. 2017. 279p. Dissertação (Mestrado). Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina.

MATTOS, A. D. Como preparar orçamentos de obras. São Paulo: Pini, 2006.ISBN 85-7266-176-x.

MELHADO, S.; PINTO, A. C. Benefícios e desafios da utilização do BIM para extração de quantitativos. SIBRAGEC - ELAGEC 2015. São Carlos/SP: 511-518 p. 2015.

NBIMS. National BIM Standard - United States. Washington, 2016. Disponível em: < https://www.nationalbimstandard.org/faqs#faq1 >. Acesso em: 29-09-2017.

OLIVEIRA, E. D.; SCHEER, S.; TAVARES, S. F. Avaliação de impactos ambientais pré-operacionais em projetos de edificações e a modelagem da informação da construção. TIC2015, 2015.

PICKAS, E; SACKS, R.; HAZZAN, O. Building Information Modeling Education for Construction Engineering and Management. II: Procedures and Implementation Case Study. Journal of Construction Engineering and Management. 2013.v.139; issue 11.

PINTO, A. C. B. C. Propostas técnicas para obras de edificações: estudos de caso. 2016. 124p. (Mestrado). Programa de pós graduação em engenharia civil, Universidade de São Paulo, São Paulo.

SACKS, R., AND GOLDIN, M., (2007). ‘Lean Management Model for Construction of High-rise Apartment Buildings’, ASCE Journal of Construction Engineering and Management, Vol. 133 No. 5 pp. 374-384.

SACKS, R.; PICKAS, E. Building Information Modeling Education for Construction Engineering and Management. I: Industry Requirements, State of the Art, and Gap Analysis. Journal of Construction Engineering and Management. 2013.v.139; issue 11.

SACKS, Rafael; KOSKELA, Lauri; DAVE, Bhargav A.; OWEN, Robert. Interaction of Lean and Building Information Modeling in Construction. Journal of Construction Engineering and Management. 2010

SAKAMORI, M. M. Modelagem 5D (BIM) - Processo de orçamentação com estudo sobre controle de custos e valor agregado para empreendimentos de construção civil. 2015. 180 (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-Graduação em engenharia de construção civil – PPGECC, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

SANTACATARINA. Caderno de Apresentação de Projetos em BIM. Santa Catarina: Governo do Estado de Santa Catarina. 2014.

SANTOS, A. D. P. L.; ANTUNES, C. E.; BALBINOT, G. B. Levantamento de quantitativos de obras: comparação entre o método tradicional e experimentos em tecnologia BIM. Iberoamericn Journal of Industrial Engineering, v. 6, n. 12, p. 134-155, 2014.

STANLEY, R.; THURNELL, D. The benefits of, and barriers to, implementation of 5D BIM for quantity surveying in New Zeland. Australasian Journal of Construction Economics and Building, v. 14, p. 105-117, 2014.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 2a edição. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1986.

WITICOVSKI, L. Levantamento de quantitativos em projeto: uma análise comparativa do fluxo de informações entre as representações em 2D e o modelo de informações da construção (BIM). 2011. 200p. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Construção Civil, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

WONG, K.-D.; FAN, Q. Building information modelling (BIM) for sustainable building design. Facilities, v. 31, n. 3/4, p. 138-157, 2013.

Publicado
2018-12-26
Como Citar
Mattana, L., & Librelotto, L. (2018). Estratégias para ensino de orçamentação com adoção de BIM em ambiente acadêmico. Gestão & Tecnologia De Projetos, 13(3), 97-118. https://doi.org/10.11606/gtp.v13i3.139505
Seção
Artigos