A estruturação do saber relacionado a geometria complexa e a modelagem paramétrica de estruturas regenerativas na arquitetura

Palavras-chave: Arquitetura regenerativa, Geometria complexa, Ensino de arquitetura, Modelagem paramétrica.

Resumo

A arquitetura regenerativa surge com uma abordagem que vai além da sustentabilidade dos edifícios, buscando ampliar a relação com o meio ambiente, de modo a promover a regeneração dos sistemas vivos, através de uma compreensão completa do lugar no projeto de arquitetura. Neste trabalho, com objetivo didático, é realizado um estudo sobre os princípios da arquitetura regenerativa em associação com a explicitação das estruturas de saber que envolvem as geometrias complexas recorrentes na natureza, a qual desenvolve suas estruturas em estrita relação com as dinâmicas que são processadas no ambiente natural. Visando estudos de transposição didática para arquitetura, estruturam-se processos de modelagem paramétrica de tais geometrias com o propósito de disponibilizá-las em uma rede de conceitos com foco no estudo das superfícies matemáticas empregadas na arquitetura contemporânea recente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLGAYER, R. Formas naturais e estruturação de superfícies mínimas em arquitetura. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009. 157 p. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/24723?show=full> Acesso: maio 2017.

BERTOL, D. FORM GEOMETRY STRUCTURE: from nature to design. Exton, Pennsylvania: Bentley Institute Press, 2011.

BURRY, J; BURRY, M. The New Mathematics of Architecture. London: ed. Thames e Hudson, 2010.

CARMO, M. P. Superfícies Mínimas. Rio de Janeiro: Instituto de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, 1987.

CHEVALLARD, Y. La Transposición didáctica. Del saber sabio al saber enseñado. Buenos Aires: Aique Grupo Editor, 2013. 3ª ed. 4ª reimp. Título original: La transposition didactique. Du savoir savant au savoir enseigné. Grenoble: Pensée Sauvage, 2ème édition, 1991.

CHEVALLARD, Y. El Análisis de las Prácticas Docentes en la Teoría Antropológica de Lo Didáctico. Recherches en Didactique de Mathématiques, Grenoble, Vol. 19, nº 2, pp. 221-266, 1999. (Traducción de Ricardo Barroso, Universidad de Sevilla). Disponível em: <http://www.aloj.us.es/rbarroso/Pruebas/CHEVALLARD.PDF>

GONÇALVES, J. C. S.; DUARTE, D. H. S. Arquitetura sustentável: uma integração entre ambiente, projeto e tecnologia em experiências de pesquisa, prática e ensino. Sustainable architecture: integration among environment, design and technology in research, design practice and education. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 6, n. 4, p. 51-81 out./dez. 2006. Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. Disponível em: <http://www.seer.ufrgs.br/index.php/ambienteconstruido/issue/view/289> Acesso em: maio 2015.

LITTMAN, J. A. Regenerative Architecture: A Pathway Beyond Sustainability. Dissertação de Mestrado. University of Massachusetts – Amherst. 2009. 68 p. Disponível em: <http://scholarworks.umass.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1389&context=theses> Acesso em: abril 2015.

MONEDERO, J. Parametric design. (b) A review and some experiences. Automation in Construction, 2000. Disponível em: <http://info.tuwien.ac.at/ecaade/proc/moneder/moneder.htm> Acesso em: dezembro de 2014.

OSSERMAN, R. A Survey of Minimal Surfaces. 2. New York: Dover Publications, Inc. 1986.

PEREZ-GARCIA, A.; GÓMEZ-MARTÍNEZ, F. Natural structures: strategies for geometric and morphological optimization. Proceedings of the International Association for Shell and Spatial Structures (IASS) Symposium 2009, Valencia Evolution and Trends in Design, Analysis and Construction of Shell and Spatial Structures 28 September – 2 October 2009, Universidad Politecnica de Valencia, Spain. Alberto DOMINGO and Carlos LAZARO (eds.).

PIRES, J. F. SILVEIRA, C. E. FIALHO, F. A. P. 2016. ARQUITETURA REGENERATIVA: O Ensino e Aprendizagem para uma Nova Concepção em Arquitetura. Travessias, 10 (2), p. 14-34. 2016.

POTTMANN, H. ASPERL, A. HOFER, M. KILIAN, A. Architectural Geometry. Exton, Pennsylvania: Bentley Institute Press, 1ª ed., 2007.

RODRIGUES, Á. Geometria Descritiva: Projetividades, Curvas e Superfícies. 1a ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico Ltda., 1960.

THOMPSON, D. A. On Growth and Form. Cambridge: Cambridge University Press, 1971. 345 p.

VERZEA, A. Superfícies Mínimas. 2012. Disponível em: <http://www.math.mcgill.ca/gantumur/math580f12/minimal_surfaces.pdf> Acesso em: abril 2017>.

WOODBURY, R. Elements of Parametric Design. London: Routledge, 2010.

Publicado
2019-09-06
Como Citar
Pires, J. de F., & Pereira, A. T. C. (2019). A estruturação do saber relacionado a geometria complexa e a modelagem paramétrica de estruturas regenerativas na arquitetura. Gestão & Tecnologia De Projetos, 14(1), 90-110. https://doi.org/10.11606/gtp.v14i1.148024