A PROMOÇÃO DE EMPRESAS DE PROJETO DE ARQUITETURA NA HOLANDA

  • Yoni Roberti
  • John L. Heintz
Palavras-chave: Architectural Management, Architectural Firms, Promotion, Marketing

Resumo

Este artigo relata um projeto de pesquisa sobre as práticas de promoção dos arquitetos holandeses. Embora não seja difícil obter orientações de marketing para arquitetos, tem havido muito pouca pesquisa sobre as práticas de comercialização efetivamente empregadas. O que fica claro, e que muitas vezes é dito pela bibliografia, é que geralmente se acredita que os arquitetos não dedicam esforços suficientes para promover as suas atividades profissionais. Os pesquisadores partiram da hipótese de que é necessário estabelecer primeiro quais são as práticas reais dos arquitetos, antes de formular recomendações generalizadas para a profissão. A pesquisa foi baseada em três métodos: uma enquete com os membros do Instituto Real de Arquitetos holandeses (BNA); uma série de estudos de caso com empresas de projeto de arquitetura; e uma série de entrevistas - não só com arquitetos, mas também com clientes, com gestores de empreendimentos e com consultores de marketing. A intenção das entrevistas foi possibilitar uma comparação entre oferta e demanda no mercado. Por meio da pesquisa, apurou-se que a maioria dos arquitetos está trabalhando ativamente para promover uma imagem específica de suas empresas. Isso inclui tanto a promoção interna – informar seu próprio pessoal da imagem das empresas – quanto a promoção externa. 40% das empresas de arquitetura têm uma estratégia de longo prazo, 42% têm um plano de promoção, e 50% possuem algum conhecimento de como eles são percebidos pelo mercado. Esta é uma imagem melhor do que a situação que foi apresentada pelos consultores em suas entrevistas. Nenhum padrão claro de co-relação foi identificado entre prática de promoção e tipo de empresa, com a ressalva de que as grandes empresas foram mais ativas na promoção do que empresas menores, e estranhamente, que as empresas que operam no setor público eram mais ativas, apesar do fato de o setor público na Europa contratar através de concurso. Entrevistas com os contratantes mostraram que os clientes individuais seguem estratégias para seleção de arquitetos diferentes do que fazem clientes empresariais ou gestores de projeto. No entanto, a reputação e familiaridade com o nome desempenham um papel importante em ambas as áreas. Os resultados, no mínimo, derrubam a afirmação muito comum de que os arquitetos holandeses não se promovem ativamente. O que resta a ser determinado é quais seriam as práticas de promoção mais bem sucedidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yoni Roberti
ICOP, Rotterdam
John L. Heintz
Delft University of Technology
Publicado
2010-12-01
Como Citar
Roberti, Y., & Heintz, J. (2010). A PROMOÇÃO DE EMPRESAS DE PROJETO DE ARQUITETURA NA HOLANDA. Gestão & Tecnologia De Projetos, 5(3), p. 59-84. https://doi.org/10.4237/gtp.v5i3.174