Vortex: uma crônica visual

  • Carlos Fadon Vicente Photographer
Palavras-chave: Cenário urbano, Certeza/incerteza, Diário, Ensaio, Fotografia

Resumo

Formulado como um ensaio fotográfico, Vortex (2013-presente) tem seu eixo poético na cena/realidade imediata, operando o jogo e a mescla entre algo que se pressente e aquilo que se encontra. Seu substrato temático é o desarranjo sócio-cultural exposto no conflito, desgaste e desmanche — às vezes, na elevação — presentes na micro paisagem urbana, vista como janela, espelho e anteparo. São fantasmáticos ecos e sinais de um turbilhão em processo, daí seu título.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Fadon Vicente, Photographer

Fotografia (1975) e media art (1985) são vertentes centrais e interdependentes de sua atividade artística. Sua produção tem sido apresentada em exposições individuais, eventos e mostras coletivas, em coleções públicas e privadas, em publicações com artigos, entrevistas e portfólios, além de palestras e cursos, no Brasil e no exterior. Nascido em São Paulo, 1945, sua formação compreende doutorado em artes visuais pela Universidade de Évora, mestrado em arte e tecnologia pela School of the Art Institute of Chicago e graduação pela Escola Politécnica e Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. 

Publicado
2018-07-23
Como Citar
Vicente, C. (2018). Vortex: uma crônica visual. GIS - Gesto, Imagem E Som - Revista De Antropologia, 3(1). https://doi.org/10.11606/issn.2525-3123.gis.2018.142533
Seção
G.I.S - Gestos, Imagens e Sons