Aprimoramento da linguagem científica de discentes da licenciatura com foco na formação profissional

  • Naissa Maria Silvestre Dias Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Departamento de Biogeoquímica Ambiental
  • Rosebelly Nunes Marques Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Departamento de Economia, Administração e Sociologia
Palavras-chave: saberes científicos, participação ativa, autonomia.

Resumo

As Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação de Engenharia Agronômica e Florestal demandam profissionais egressos nas respectivas áreas com sólida formação científica. Visando o aprimoramento das habilidades pessoais e profissionais esperadas de alunos egressos dos cursos acima citados, referente à linguagem científica, utilizaram-se artigos científicos, como recurso didático. No presente trabalho apresenta-se e discutem-se os resultados de atividades com quatro artigos nas áreas de: prática pedagógica, educação ambiental, experimentação e saberes técnicos, sendo estes relacionados aos temas das aulas ministradas. Exigiu-se a leitura prévia dos textos, com análise individual por escrito, seguiu-se com discussões em grupos e, por conseguinte, uma socialização das ideias envolvendo todos os alunos, tendo a docente como mediadora. Neste momento houve postura crítica sobre os assuntos discutidos como a qualidade, o conteúdo, a linguagem adotada e até mesmo sobre a ética identificada nos artigos. A maturidade dos alunos também foi percebida na produção escrita, demonstrando que o resgate do conhecimento prévio somado às discussões nas aulas ministradas anteriormente, proporciona a participação ativa, resultando numa prática conscientizadora e crítica. Nesse sentido, os alunos foram protagonistas no processo de construção de seus próprios conhecimentos, melhoraram sua linguagem científica e desenvolveram a autonomia.

Referências

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agronômica ou Agronomia. Resolução n.1, de 2 de fevereiro de 2006. LEX: Diário Oficial da União, Seção I, pág. 33-34. Fevereiro de 2006.

SANTOS; G.R.; QUEIROZ, S.L. Leitura e interpretação de artigos científicos por alunos de graduação em química. Ciência e Educação, Bauru, v.13, n.2,p. 193-209, 2007.

ZUCCO, C.; PESSINE, F.B.T.; ANDRADE, J.B. Diretrizes curriculares para os cursos de química. Química Nova, São Paulo, v.22, n. 3, p. 454-461, 1999.

Publicado
2017-04-05
Como Citar
Dias, N. M., & Marques, R. (2017). Aprimoramento da linguagem científica de discentes da licenciatura com foco na formação profissional. Revista De Graduação USP, 2(1), 99-101. https://doi.org/10.11606/issn.2525-376X.v2i1p99-101
Seção
Relatos