Relações de poder e representações sociais do machismo na obra Dôra, Doralina de Rachel de Queiroz

Autores

  • Marcos Vinicius Ferreira Trindade

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2019.154273

Palavras-chave:

Gênero, Poder, Discurso Literário

Resumo

Neste artigo analisam-se os efeitos da dominação masculina dos personagens Laurindo e Comandante sobre a protagonista Dôra no discurso literário de Rachel de Queiroz, notável escritora do Modernismo no Brasil que retrata as representações sociais tanto do feminino quanto do masculino, evidenciando principalmente as relações de poder entre os gêneros. Nesse sentido, busca-se compreender os efeitos históricos do poder da dominação masculina por meio do pensamento de Bourdieu na relação entre os personagens ao longo do enredo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-02-02

Como Citar

Trindade, M. V. F. (2019). Relações de poder e representações sociais do machismo na obra Dôra, Doralina de Rachel de Queiroz. Humanidades Em diálogo, 9(1), 79-93. https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2019.154273

Edição

Seção

Dossiê: Gênero - presença e representações