Reflexões de Hannah Arendt sobre as implicações do perdão na esfera pública

  • Alana de Andrade Santana
Palavras-chave: Condição Humana, Perdão, Hannah Arendt

Resumo

Uma das dimensões da condição humana é a ação caracterizada pela imprevisibilidade e pela irreversibilidade. É no poder do perdão que o indivíduo encontra sua redenção. Na obra A condição humana, Hannah Arendt propõe uma concepção diferente de perdão, deslocando-o do âmbito religioso para o campo político. Este estudo objetivou refletir sobre o conceito de perdão de Hannah Arendt e suas implicações nos domínios público e político. Para tanto, duas perguntas são lançadas: o perdão tem uma dimensão política, fora da religiosa? Em caso positivo, quais as suas repercussões nas esferas pública e política? Trata-se de pesquisa qualitativa, com revisão bibliográfica, a partir da obra já referida e de artigos publicados em português. Constatou-se que a autora propõe pensar o perdão como atributo possível e, porque não dizer, fundamental no campo político e das relações humanas, como algo ínsito e indispensável à materialização da “condição humana” do ser humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-02
Como Citar
Santana, A. (2019). Reflexões de Hannah Arendt sobre as implicações do perdão na esfera pública. Humanidades Em Diálogo, 9(1), 105-113. https://doi.org/10.11606/issn.1982-7547.hd.2019.154275
Edição
Seção
Academia