[1]
E. Oliveira, “Certezas da Incerteza viva: O Pós-moderno, um começ”o, Humanid. diálogo, vol. 9, nº 1, p. 139-147, fev. 2019.