Apropriação da filosofia de Deleuze na Ciência da informação: um estudo quantitativo

  • Igor Soares Amorim Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marisa Brascher Basilio Medeiros Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Ciência da Informação, Deleuze, Filosofia, Métricas, Institucionalização

Resumo

Caracteriza-se a apropriação da Filosofia deleuziana na Ciência da Informação (CI), por meio de revisão de literatura e tratamento métrico de artigos coletados na base de dados (Brapci) e Library and Information Science Abstract (LISA). Parte-se da oposição entre “escola” e “movimento” a fim de identificar por qual das duas vias a Ciência da Informação (CI) se apropria da Filosofia de Deleuze. Para tanto, a CI é descrita no contexto das Ciências Sociais e por suas relações inter e transdisciplinares com outros saberes, destacando seu laço com a Filosofia. Os resultados revelam o início de uma conexão que se torna mais comum na última década. Conclui-se que a apropriação que a CI faz da filosofia de Deleuze é orientada pela ideia de “movimento”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Soares Amorim, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutorando do Programa de pós-graduação em Ciência da Informação
Marisa Brascher Basilio Medeiros, Universidade Federal de Santa Catarina
Professora do Departamento de Ciência da Informação
Publicado
2017-10-04
Como Citar
AMORIM, I.; MEDEIROS, M. Apropriação da filosofia de Deleuze na Ciência da informação: um estudo quantitativo. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 8, n. 2, p. 69-91, 4 out. 2017.
Seção
Artigos