Estratégia de marketing digital para unidades informacionais: Estudo dos websites de Arquivos e Bibliotecas Públicas Estaduais.

  • Luan Giroto Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Câmpus de Marília
  • Rosangela Formentini Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Câmpus de Marília
Palavras-chave: Marketing digital. Arquivos públicos. Bibliotecas públicas. Disseminação da informação. Indicadores

Resumo

A web como contexto de possibilidades de comunicação e interação informacional permite potencializar os equipamentos culturais como Arquivos e Bibliotecas Públicas Estaduais no contexto de visibilidade e participação democrática. Os arquivos e bibliotecas podem utilizar de um arcabouço de marketing digital para aproximação do público-alvo, oportunidade de aprimoramento de serviços online além de, disseminar a informação no ambiente digital em prol do desenvolvimento de comunidades. A pesquisa justifica-se diante dos poucos estudos existentes dessa natureza na área de ciência da informação e acredita-se que os resultados corroboram no desenvolvimento da disseminação da informação mediante o conhecimento do marketing digital para os equipamentos culturais. Assim, a problemática da pesquisa concentra-se na disseminação da informação por meio de indicadores de marketing digital em websites de unidades informacionais.  O objetivo do estudo propôs levantar aspectos conceituais de marketing digital para websites de arquivos e bibliotecas. Desse modo, os indicadores gerais são: Atração de usuários, Interação, Conteúdo, Relacionamento, Personalização e Promoção. Ressalta-se que cada indicador possui subcategorias para que se possam averiguar os websites. O estudo é de abordagem qualitativa com a metodologia de pesquisa documental dos websites das instituições. Posteriormente, realizou-se uma análise comparativa entre as páginas verificadas.  O universo de pesquisa se constitui de vinte e quatro páginas oficiais no total. Nesse contexto, os arquivos e as bibliotecas, ao utilizar-se do marketing digital e, perante os novos paradigmas sociais, tecnológicos, econômicos e contextuais, passam a integrar estrategicamente um cenário de maior disponibilização de informações, abordando inúmeras vantagens para a visibilidade institucional, promoção e reconhecimento das esferas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luan Giroto, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Câmpus de Marília
Graduado em Arquivologia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" ­ Câmpus Marília. Concluiu o período letivo de bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Biblioteconomia. Atualmente é discente do Programa de Pós-­Graduação em Ciência da informação, da Linha de Pesquisa Gestão, Mediação e Uso da Informação. Desenvolve o projeto sobre a concepção dos arquivos especiais para a memória institucional, por meio do financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ). Está sob orientação da Profª Dra. Rosângela Formentini Caldas.
Rosangela Formentini, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Câmpus de Marília
Professora Doutora do departamento em Ciência da informação na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP Câmpus de Marília. Atua na unidade em disciplinas de Arquivologia e Biblioteconomia.
Publicado
2017-10-04
Como Citar
Giroto, L., & Formentini, R. (2017). Estratégia de marketing digital para unidades informacionais: Estudo dos websites de Arquivos e Bibliotecas Públicas Estaduais. InCID: Revista De Ciência Da Informação E Documentação, 8(2), 144-162. https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v8i2p144-162
Seção
Artigos