Provocações deleuzeanas para as linguagens documentárias

  • Walter Moreira Faculdades Integradas Teresa D'Ávila Faculdade de Biblioteconomia
Palavras-chave: Linguagens documentárias, Rizoma, Representação do conhecimento. Organização do conhecimento.

Resumo

Os sistemas mais tradicionais de representação do conhecimento são baseados em hierarquias, considerando-se seus diversos níveis de rigidez. Os tesauros e, mais recentemente, as ontologias têm trazido mais flexibilidade para a construção de linguagens documentárias. Neste cenário, o artigo convida a algumas reflexões sobre a adequação da lógica da árvore como o modelo de representação do conhecimento e discute a adoção de um novo olhar a partir da proposta do rizoma deleuzeano e suas possíveis implicações para a organização do conhecimento na ciência da informação. Discute as implicações da lógica do decalque nos processos usuais de representação da informação. Considera que a construção de linguagens documentárias modernas não ocorre isoladamente, mas dentro de redes de informação, o que significa que a lógica da árvore não é exatamente o modelo ideal de representação do conhecimento. Discute a possibilidade de adotar o modelo deleuzeana em tais processos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Moreira, Faculdades Integradas Teresa D'Ávila Faculdade de Biblioteconomia
Bacharel em Biblioteconomia pela Fatea. Mestre em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela PUC. Doutor em Ciência da Informação pela USP.Professor do curso de Biblioteconomia das Faculdades Integradas Teresa D'Ávila.
Publicado
2010-12-17
Como Citar
MOREIRA, W. Provocações deleuzeanas para as linguagens documentárias. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 1, n. 2, p. 21-36, 17 dez. 2010.
Seção
Artigos