A Biblioteca Nacional e o Controle Bibliográfico Nacional: situação atual e perspectivas futuras

Autores

  • Luciana Grings Fundação Biblioteca Nacional
  • Stela Pacheco Fundação Biblioteca Nacional

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v1i2p77-88

Palavras-chave:

Controle bibliográfico, Fundação Biblioteca Nacional, depósito legal, bibliografia nacional, intercâmbio de informações bibliográficas.

Resumo

Desde que iniciou como programa da Unesco na década de 70, o Controle Bibliográfico Universal tem-se valido principalmente de três instrumentos: o depósito legal, as bibliografias e os formatos de intercâmbio de dados bibliográficos. No Brasil, a operação destes três instrumentos é de competência da Fundação Biblioteca Nacional, que encontra algumas dificuldades para dar conta das tarefas. Tais dificuldades, em sua maioria, são decorrentes de problemas estruturais e financeiros. Do mesmo modo, as dimensões do país também dificultam o atingimento do sucesso do controle bibliográfico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Grings, Fundação Biblioteca Nacional

Coordenadoria de Serviços Bibliográficos, Fundação Biblioteca Nacional

Stela Pacheco, Fundação Biblioteca Nacional

Divisão de Serviços Técnicos, Fundação Biblioteca Nacional

Downloads

Publicado

2010-11-29

Como Citar

GRINGS, L.; PACHECO, S. A Biblioteca Nacional e o Controle Bibliográfico Nacional: situação atual e perspectivas futuras. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 77-88, 2010. DOI: 10.11606/issn.2178-2075.v1i2p77-88. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/42321. Acesso em: 25 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos