A ciência arquivística e o pós-modernismo: novas formulações para conceitos antigos

  • Terry Cook
Palavras-chave: Archival science and postmodernism, new formulations for old concepts

Resumo

Processo em vez de produto, tornando-se em vez de ser, dinâmico em vez de estático, contexto em vez de texto, refletindo tempo e lugar em vez de absolutos universais—estas têm se tornado as palavras de ordem pós-moderna para analisar e compreender ciência, sociedade, organizações e atividade empresarial, entre outros. Estas devem igualmente ser as palavras de ordem para a ciência arquivística no novo século, e, assim, as bases para um novo paradigma conceitual para a profissão. O pós-modernismo não é a única razão para reformular os principais preceitos da ciência arquivística. Mudanças significativas no propósito dos arquivos como as instituições e a natureza dos documentos, são outros fatores que, combinados com insights pós-modernos, formam a base da nova percepção de arquivos como documentos, instituições e profissão na sociedade.

Este ensaio explora a natureza do pós-modernismo e da ciência arquivística, e sugere ligações entre os dois. Também descreve duas grandes mudanças no pensamento arquivístico, que servem de base para a mudança de paradigma arquivístico, antes de sugerir novas formulações para conceitos arquivísticos mais tradicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-12-20
Como Citar
Cook, T. (2012). A ciência arquivística e o pós-modernismo: novas formulações para conceitos antigos. InCID: Revista De Ciência Da Informação E Documentação, 3(2), 3-27. https://doi.org/10.11606/issn.2178-2075.v3i2p3-27
Seção
Artigos