Funzioni identitarie dell'alternanza linguistica in apprendenti di italiano durante lo svolgimento di attività in gruppo

  • Roberta Ferroni Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: interação entre pares, línguas afins, análise da conversação, alternância de código, identidade

Resumo

Este artigo, valendo-se dos instrumentos teóricos elaborados pela análise da conversação, além de uma série de noções e referências extraídas de trabalhos que examinam a estrutura da interação na sala de aula de língua, reflete sobre os usos diferentes que os estudantes de italiano LE fazem das línguas presentes, especialmente da LM, durante o desenvolvimento de atividades em grupo, para expressar as variadas identidades que constituem cada indivíduo. Do estudo aflora que a identidade dos estudantes está em contínua transformação. Com efeito, para conseguir se afirmar, os estudantes deverão “interpretar” um conjunto de papéis, que mudam e que eles deverão negociar com base no contexto da interação

Biografia do Autor

Roberta Ferroni, Universidade de São Paulo (USP)
é docente de Língua Italiana no Departamento de Letras Modernas da Universidade de São Paulo. Entre os seus interesses de pesquisa estão a interação na sala de aula de língua e os fenômenos de contato entre línguas tipologicamente próximas segundo a perspectiva sociointeracionista. Publicou inúmeros artigos sobre esses temas. É autora do livro A comutação de código na sala de língua (ano) e organizou com O. A. Mordente os livros O ensino do italiano instrumental (ano) e Habilidade de leitura em italiano no contexto universitário (ano)
Publicado
2013-12-13
Como Citar
Ferroni, R. (2013). Funzioni identitarie dell’alternanza linguistica in apprendenti di italiano durante lo svolgimento di attività in gruppo. Revista De Italianística, 2(26), 30-46. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v2i26p30-46
Seção
Não definida