Metas de socialização de pais e mães para seus filhos

  • Tatiana T. A. Bandeira Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Departamento de Psicologia
  • Maria Lucia Seidl de Moura Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Departamento de Psicologia
  • Mauro Luís Vieira Universidade Federal de Santa Catarina; Departamento de Psicologia
Palavras-chave: metas de socialização, maternidade, paternidade

Resumo

as expectativas que pais têm em relação aos filhos fazem parte do contexto sociocultural onde esses se desenvolvem. Geralmente, estudos sobre o tema focalizam apenas crenças maternas. Este trabalho objetivou investigar metas de socialização que pais e mães apresentam em relação ao futuro de seus filhos e o que pensam sobre como alcançá-las. Participaram do estudo trinta casais do Rio de Janeiro, com filho único até três anos. Eles responderam a uma forma adaptada do questionário desenvolvido por R. Harwood e seus colaboradores. As respostas foram analisadas segundo cinco categorias, especificadas na literatura, que indicam tendências de socialização para autonomia, interdependência ou autonomia-relacional. Os resultados mostraram que pais e mães valorizam metas relacionadas à autonomia e também à interdependência. Além disso, acreditam que a melhor forma para alcançar essas metas seriam o ensinamento e o bom exemplo dos pais. Em geral, pais e mães apresentaram respostas semelhantes. Este estudo traz uma contribuição à literatura da área, especialmente em relação a crenças paternas e sua comparação com idéias das mães sobre socialização de seus filhos.

Referências

Moinhos MV, Lordelo ER, Seidl-de-Moura ML. Metas de socialização de mães baianas de diferentes contextos socioeconômicos. Rev Bras Crescimento Desenvolvimento Hum. 2007; 17(1): 114-125.

Ribas RCJR, Seidl-de-Moura ML, Bornstein MH. Cognições maternas acerca da maternidade e do desenvolvimento humano: uma contribuição ao estudo da psicologia parental. Rev Bras Crescimento e Desenvolvimento Hum. 2007;17(1): 104-113.

Harkness S, Super CM. Developmental niche: a theoretical framework for analyzing the household production of health. Social Science and Medicine1994; 38(2): 219-226.

Lightfoot C, Valsiner J. Parental belief systems under the influence: social guidance of the construction of personal cultures. In: Siegel IS, Mcgillicudy-Delisi AV, Goodnow J. Parental belief systems: The psychological consequences for children . Hillsdale, NJe Hove, UK: Lawrence Erlbaum; 1992.p.393-414.

Ribas RCJR. Cognição de mães brasileiras acerca da maternidade, da paternidade e do desenvolvimento humano: Uma contribuição ao estudo da psicologia parental. [projeto de tese] Rio de Janeiro (RJ): Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social; 2002.

Biasoli-Alves ZMM. Continuidades e rupturas no papel da mulher brasileira no Século XX. Psicologia: Teoria e Pesquisa 2000;16(3):233-239.

Keller H, Borke J, Yovsi R. Cultural orientations and historical changes as predictors of parenting behavior. Int J Behavior Development. 2005; 29(3):229-237.

Kagitçibasi Ç. The autonomous-relational self: a new synthesis. Eur Psychologist. 1996; 1(3):180-186.

Kagitçibasi Ç. Autonomy and relatedness in cultural context: Implications for self and family. J Cross-Cultural Psychology 2005; 36:403-422.

Keller H, Lamm B, Abels M, Yovsi R, Borke J, Jensen H, et al. Cultural models, socialization goals and parent in gethnotheories. J Cross-Cultural Psychology 2006; 37(2):155-172.

Leyendecker B, Lamb ME, Harwood RL, Sholmerich A. Mothers’ socialization goals and evaluating of desirable and undesirable everyday situations in two diverse cultural groups. Inter J Behavioral Development. 2002; 26(3):248-258.

Seidl-de-moura ML, Lordelo E, Vieira ML, Piccinnini CA, Siqueira JEO, Magalhães CMC, et al. Brazilian mothers’ socialization goals: Intracultural differences in seven Brazilian cities. Int J Behavioral Development. 2008; 32(6): 465-472.

Harwood RL, Schoelmerich A, SchulzePA, Gozalez Z. Cultural differences in maternal beliefs and behaviors: a study of middle-class Anglo and Puerto Rican mother-infant pairs in four everyday situations. Child Development 1999;70(4): 1005-1016.

Cabrera N, Tamis-Lemonda CS, Bradley RH, Hofferth S, Lamb ME. Fatherhood in the Twenty-First Century. Child Development; 2000 71(1):127-136.

Prado AB. Semelhanças e diferenças entre homens e mulheres na compreensão do comportamento paterno. [dissertação]. Florianópolis(SC): Programa de Pós-Graduação em Psicologia; 2005.

Publicado
2009-12-01
Seção
Pesquisa Original