Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Caracterização dos Limiares de Detecção do Gosto Umami em Crianças Com e Sem Câncer

Ilana Elman, Ana Paula Gines Geraldo, Cristiane Karcher, Maria Elisabeth Machado Pinto e Silva

Resumo


Resumo

Introdução: O gosto umami é proveniente de glutamato e 5 ribonucleotídeos, incluindo inosinato e guanilato, os quais aparecem naturalmente em muitos alimentos. Pode ser identificado pelo glutamato monossódico, sendo considerado como gosto sutil, mas misturando-se bem com outros gostos, expande e incrementa o sabor. Objetivo: Identificar os limiares de detecção do gosto umami em crianças com Leucemia Lonfóide Aguda ou Linfoma não-Hodgkin e em escolares saudáveis, e correlacionar a sensibilidade ao gosto com o estado nutricional, idade e sexo. Método: Foi aplicado teste de sensibilidade de Threshold para determinar o limiar do gosto umami, com 6 concentrações crescentes de água deionizada e glutamato monossódico. Os indivíduos foram pesados e medidos, e calculado o IMC para determinar o estado nutricional. Para as análises estatísticas foram utilizadas versão 2.6.6 do software estatístico R e testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis com níveis descritivos (p = 0,05). Resultados: a amostra foi contituida de 102 pacientes e 42 escolares, sendo que 74 do sexo masculino (53,9% e 54,8%), 93 eutróficos (63,7% e 69,0%) e 43 na faixa etária de 6 a 9 anos (58,8% e 52,4%), respectivamente. A maioria dos pacientes (92,0%) e escolares (97,4%) eram sensíveis ao gosto umami e tiveram valores de limiar de sensibilidade semelhantes ao gosto umami. Não foi encontrada diferença estatisticamente significante entre os limiares do gosto umami de pacientes sensíveis e escolares, IMC, sexo. Conclusões: a percepção ao gosto umami foi independente do sexo, idade, estado nutricional ou presença de doença.


Palavras-chave


glutamato monossódico; gosto; câncer; crianças

Texto completo:

PDF (English) PDF

Referências


Umami International Center and International Glutamate Information Service. The fifth taste of human being umami: the world. London: Cross Media; 2004.

Bellisle F. Glutamate and the Umami taste: sensory, metabolic, nutritional and behavioural considerations: a review of the literature published in the last 10 years. Neurosc Biobehav Rev. 1999; 23(3):423-38.

INCA - Instituto Nacional do Câncer. Estimativas 2008: Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2007. 96 págs.

Chatenoud L, P Bertuccio, Bosetti C, et al. Childhood Cancer Mortality in America, Asia, and Oceania, 1970 Through 2007. Câncer. 2010;116(21):5063-5074.

Gamper EM, Zabernigg A, Wintner LM, et al. Coming to Your Senses: Detecting Taste and Smell Alterations in Chemotherapy Patients. A Systematic Review. J. Pain Symptom Manage. 2012; 44(6): 880-895.

Ravasco P. Aspects of taste and compliance in patients with cancer. Eur J Nurs Oncol. 2005; 9 (Suppl 2): S84-S91.

Chao-Hsing Yeh, Chao-Hui Wang, Yi-Chien Chiang, Lin Lin, et al. Assessment of symptoms reported by 10- to 18-year-old cancer patients in Taiwan. J. Pain Symptom Manage. 2009; 38(5): 738-746.

Sosa M, G. Sensory acceptability of menus and sweet snacks among children and adults from low- and medium-income households in Argentina. Food Quality and Preference. 2006; 17(7-8): 590-597.

Ninomya K, Rozin E. Umami Internacional Center. The fifth taste of human being umami: the world. Londres: Cross Media Limited; 2007. 80 págs.

Wright LT, Nancarrow C, Brace I. Researching taste: layers of analysis. Br. Food J. 2000; 102 (5-6): 429-440.

Ninomya K, Rozin E. Umami Internacional Center. The fifth taste of human being umami: the world. Londres: Cross Media Limited; 2004.

POF - Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009: despesas, rendimentos e condições de vida. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE; 2010.

Pinto-e-Silva MEM, Paton I, Trigo P, et al. Perfis socioeconômico e nutricional de crianças e adolescentes com câncer. Rev Bras Nutr Clin. 2004; 19 (3):123-127.

Hetherington MM, Bell A, Rolls BJ. Stimulus satiation: effects of repeated exposure to foods on pleasantness and intake. Br J. Food 2000; 102 (7) :507-521.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. Teste de sensibilidade los Análise sensorial: NBR 13172. São Paulo, 1994.

Lochman TG, Roche AF, Matorell R. Anthoropometric standardization reference manual. Champaign: Human Kinetics Publishers; 1988. 90 págs

NCHS - National Center for Health Statistics. Advance data from vital and health statistics of the Centers for Disease Control and Prevention. Atlanta; 2000. p.1-27.

Ministério da Saúde. Orientações para à Coleta e Análise de Dados antropométricos dos Serviços de Saúde. SISVAN: Vigilância Alimentar e nutricional. 2008. Disponível em URL: http://www.sisvan_norma_tecnica_preliminar_criancas.pdf. [Acessado 25 de setembro de 2010].

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 386, de 5 de agosto de 1999. Regulamento Téc. Sobre Aditivos utilizados segundo a Boas Práticas de Fabricação e Suas Funções. [Acesso em 05 de outubro de 2010]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/386_99.htm.

Beyreuther K, Biesalski HK, Fernstrom JD, et al. Consensus meeting: monosodium glutamate – an update. Eur J Clin Nutr. 2007; 61(3): 304-313.

Faria de EV, Yotsuyanagi, K. Técnicas de Análise sensorial. 2 ed. Campinas: ITAL, 2008. 116 págs.

Mojet J, Heidema J, Christ-Hazelhof E. Taste perception with age: generic or specific losses in Supra-threshold intensities of five taste qualities? Chem Senses. 2003; 28(5): 397-413.

Mojet J, Heidema J, Christ-Hazelhof E. Taste perception with age: pleasantness and its relationships with threshold sensitivity and supra-threshold intensity of five taste qualities. Food Quality and Preference. 2005; 16: 413-423.

Epinfo 6.0- [acesso 15 ago 2010] Disponível em: http://www.cdc.gov/epiinfo/epi6/ei6dnjp.htm.

The R Project for Statistical Computing. Version 2.6.2. Boston, 2010. [acesso 20 abril 2010]. Disponível em: http://www.r-project.org.

Conover WJ. Práticas Estatísticas não paramétricas. 3nd ed, Nova Iorque: John Wiley & Sons, 1998. 584 págs.

Reis RS, Santos MO, Thuler LCS. Incidência de tumores no Brasil. Rev Bras Cancerol. 2007; 53(1): 5-15.

Elman I, NS Soares, Pinto-e-Silva MEM. Análise da sensibilidade do gosto umami em crianças com câncer. Revista Bras de Cancerol. 2010; 56(2): 237-242.

Elman I, Pinto-e-Silva MEM. Crianças portadoras de leucemia linfóide aguda: análise dos limiares de detecção dos gostos básicos. Rev Bras Cancerol. 2007; 53 (3):297-303.

Geraldo APG, MEM Pinto-e-Silva. Alimentos processados †em alimentação infantil: análise da memória visual de escolares em Taubaté cidade, São Paulo. Rev. Bras. Crescimento desenvolv. hum. 2012, 22 (1): 53-59.

Bossola M, G Cadoni, Bellantone R, et al. Taste intensity and hedonic responses to simple beverages in gastrointestinal cancer patients. Pain Symptom Manage. 2007; 34 (5): 505-512.




DOI: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.61277

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.