O Pensamento Científico como Fenômeno Planetário - Vladimir Vernadsky

Autores

  • Gildo Magalhães Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
  • Ana Torrejais Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.128883

Palavras-chave:

History of Sciences, History of Techniques, History of Medicine and Health, Historiography, Historical Epistemology

Resumo

O texto reporta-se à tradução do primeiro capítulo de O Pensamento Cientifico como Fenômeno Planetário, que deveria ser a apresentação mais completa da teoria da noosfera, e que começou a ser escrita por Vernadsky entre 1937 e 1938, mas foi repetidamente reelaborada durante os terríveis anos da Segunda Guerra Mundial. Pode-se notar que várias passagens são ainda esboços que deveriam ser aprofundados, mas não houve tempo. Ele só foi publicado de forma integral em russo no ano de 1991 e a tradução apresentada foi feita a partir da edição em inglês pela Fundação Vernadsky no ano de 1997.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-11

Como Citar

Magalhães, G., & Torrejais, A. (2017). O Pensamento Científico como Fenômeno Planetário - Vladimir Vernadsky. Khronos, (4), 153-166. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.128883

Edição

Seção

Tradução