A história da física e a física escolar: incoerências entre a ciência e o ensino.

Autores

  • Renato Marcon Pugliese Instituto Federal de São Paulo - Câmpus São Paulo Pirituba - IFSP-PTB

DOI:

https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.133607

Palavras-chave:

ensino de física, história das ciências, trabalho docente

Resumo

Este trabalho compara como a história da física apresenta um ramo da ciência permeado de conflitos, construído em contextos sociais, políticos, econômicos e religiosos bastante característicos, e como a física ensinada nas escolas básicas parece apresentada como o oposto da epistemologia. Usamos como referenciais teóricos historiadores e sociólogos da ciência, epistemólogos, físicos e professores de física. Como metodologia de pesquisa, aplicamos um questionário sobre ciência e ensino de física a professores regulares no ensino médio. Concluímos que a física ensinada nas escolas, apesar das inúmeras reformas e propostas curriculares, continua distante da física enquanto ciência e cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-11

Como Citar

Pugliese, R. M. (2017). A história da física e a física escolar: incoerências entre a ciência e o ensino. Khronos, (4), 32-44. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.133607

Edição

Seção

Dossiê “História das doenças e artes de curar"