A psicocirurgia em instituições da ordem pública e privada: difusão prático-científica da lobotomia pré-frontal

Autores

  • Camilie Cardoso Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.134662

Palavras-chave:

Lobotomia, Psicocirurgia, Psiquiatria.

Resumo

Visando a compreender as aplicações da lobotomia pré-frontal em hospitais psiquiátricos integrados às esferas pública e privada, este trabalho é centrado na análise de artigos publicados por Barretto (1944, 1945) e Longo et. al (1949). Caracterizada como uma psicocirurgia de baixo custo, a técnica teve seu emprego justificado pela rápida supressão de sintomas etiologicamente associados ao desvio dos padrões que fundamentam a caracterização do doente como tal. Partindo desse cenário, pretendo investigar a forma como essa lógica normalizante está vinculada a afirmação – e constante reafirmação – de papéis sociais que amalgamam-se à perspectiva histórica e cultural dos autores analisados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-11

Como Citar

Cardoso, C. (2017). A psicocirurgia em instituições da ordem pública e privada: difusão prático-científica da lobotomia pré-frontal. Khronos, (4), 116-131. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i4.134662

Edição

Seção

Artigos